Diversidade sexual é discutida em sala de aula

Diversidade sexual é discutida em sala de aula
julho 02 19:49 2014

diversidade1editadaSegundo a Unesco, quase 40% dos estudantes do Ensino Médio não gostariam de ter um colega homossexual em sua sala de aula.

Já dados da ONG Grupo Gay, da Bahia, apontam que em 2009 cerca de 200 pessoas foram mortas no país tendo a homofobia como motivação dos crimes.

Em 2013 uma polêmica envolvendo o MEC e grupos religiosos vetou a distribuição de “kits anti homofobia” nas escolas públicas do Brasil.

Exemplos não faltam, e lidar com essa realidade é a proposta de uma pesquisa desenvolvida no Maranhão.

O pesquisador maranhense Jonas Alves Jr desenvolveu o trabalho que aborda o tema da homofobia no ambiente escolar.

“Ninguém pode calar: diversidade sexual, homofobia e escola” foi apoiada pela FAPEMA através do edital Programa Primeiros Projetos – PPP de 2011.

“É perceptível no ambiente escolar, mesmo com tanta diversidade, o tratamento uniforme imposto aos alunos maquia as diferenças religiosas, étnicas e de orientação sexual”, relata Jonas Alves.

O assunto é complexo e, segundo o pesquisador, cultural, tendo de ser discutido com toda a sociedade.

“Apesar de a maioria dos casos evidenciarem uma conexão entre intolerância e ignorância, não basta dizer que o problema nas escolas envolve pessoas ou comunidades ‘ignorantes’”, ressalta.

“A questão é cultural, enraizada em aspectos diversos, inclusive religiosos”, explica Alves.

O trabalho desenvolvido por Jonas baseia-se na pesquisa de representação social como forma de enfrentamento de problemas socioeducacionais.

“Buscamos compreender como professores e estudantes representam a homofobia e a homossexualidade. Em função disso, queremos aperfeiçoar processos de inclusão do tema diversidade sexual na escola”, explica Júnior.

“A meta que queremos alcançar é a extinção da homofobia e a aceleração da democracia no ambiente escolar”, idealiza o mestre em Letras.

A pesquisa faz parte dos estudos desenvolvidos pelo Grupo de Pesquisa “Diálogos e Interseções em Sexualidade”, coordenado por Jonas Alves, na Universidade Federal do Maranhão – UFMA.

  Categorias: