Editais de apoio à inovação são apresentados durante workshop promovido pela FAPEMA

Editais de apoio à inovação são apresentados durante workshop promovido pela FAPEMA
outubro 05 14:28 2012

 antonio_martinsAproximar a classe empresarial e as universidades e, ainda, estimular as entidades a concorrer ao financiamento de projetos por meio de editais da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA), que ajudem a inovar no mercado de trabalho. Este foi o principal propósito do Workshop de Apoio a Inovação no Maranhão, que apresentou quatro editais: Apoio à Criação ou Manutenção de Núcleos de Inovação-NIT, Incubadoras de Empresas, o Programa de Apoio à  Pesquisa na Empresa (PAPPE) e o edital inédito, Empresas Juniores. O evento, realizado na quinta-feira (04) durante todo o dia, foi aberto pelo diretor presidente da FAPEMA, Antônio Luiz Amaral Pereira.

Durante o evento, promovido pelo governo do Estado por meio da FAPEMA, foi realizado o lançamento desses editais, no auditório do SEBRAE Jaracaty. “A FAPEMA dentro do estado tem um papel fundamental na disseminação da cultura de inovação. E é o que está sendo feito com o lançamento desses editais, nós estamos conseguindo colocar à disposição dos pesquisadores do nosso Estado e das pessoas que atuam na indústria e no comércio, oportunidades para que elas possam trabalhar e desenvolver projetos para o crescimento nessas áreas”, ressaltou o presidente da FAPEMA, Antônio Luiz Amaral Pereira.

O edital de Apoio à Criação ou Manutenção de Núcleos de Inovação (NIT) visa induzir e fomentar a criação, bem como, a estruturação e manutenção dos núcleos de inovação do maranhão, dando proteção à propriedade intelectual e à comercialização dos resultados obtidos nessas pesquisas desenvolvidas nas instituições. Os recursos alocados são da ordem de R$ 300 mil e o valor máximo por proposta é de R$ 50 mil.

Já o edital Incubadoras de Empresas tem a finalidade de financiar propostas para constituição, desenvolvimento e a consolidação de incubadoras de empresas, visando justamente a indução e a implementação de projetos de inovação tecnológica em micro e pequenas empresas que preferencialmente sejam de base tecnológica. De acordo com a coordenadora da Coordenação de Inovação e Empreendedorismo da FAPEMA, Rosely Grissoto, as expectativas são as melhores já que esse edital vem com uma novidade em relação às edições anteriores. “Estamos disponibilizando recursos para a Bolsa de Estímulo Institucional (BEI) e Bolsa de Inovação Tecnológica Industrial (BITI). Os profissionais terão que ser graduados em administração, economia, ciências da computação, engenharia de produção, propaganda e marketing ou com Pós-graduação nas mesmas áreas”. As bolsas chegam até R$ 2.630,00.

Foi lançado ainda o edital inédito – Empresas Juniores -, que tem a finalidade de apoiar financeiramente a criação e consolidação de empresas juniores localizadas em instituições de ensino superior do Estado. A ideia é também promover o empreendedorismo como atividade institucionalizada e motivar a participação de alunos na criação de um ambiente favorável ao surgimento de novos empreendimentos nas diversas áreas do saber. O coordenador do projeto deverá estar vinculado a alguma instituição de ensino superior ou privada do Maranhão e será o proponente, orientando o bolsista dentro da empresa júnior. O total de recurso disponibilizado para o edital é de R$ 300 mil e o valor máximo por proposta será de R$ 20 mil.

O Workshop fez ainda uma mesa redonda abordando projeto de inovação e projeto científico. O coordenador do Departamento de Empreendedorismo e Inovação (DEMI) da Universidade Federal do Maranhão, Areolino de Almeida Neto, falou sobre a aplicação desses projetos e seu uso. “Muitas vezes a gente vê projetos científicos sendo tratados como projetos tecnológicos, porque ainda não temos uma cultura inovadora, empreendedora no Maranhão e já temos até certa cultura científica, por isso essa confusão. Então, essa mesa redonda tenta separar bem as duas coisas, esclarecendo que uma sem a outra fica algo incompleto e mostrar a importância das duas nesse processo”, explicou Areolino.

O evento teve dois momentos envolvendo as instituições de ensino superior do estado e os empresários. E, durante a tarde, foi apresentado pelo consultor da Finep Richard Affonso Correa, o edital PAPPE, que garante apoio financeiro a micro ou pequenas empresas, na forma de subvenção econômica, recursos não reembolsáveis, que realizam atividades de pesquisa, desenvolvimento ou inovação.

O workshop de Apoio a Inovação teve a parceria da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE/MA). Os editais estarão disponíveis aos interessados ainda neste mês de outubro, no site da FAPEMA, www3.fapema.br.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  Categorias: