Edital Ignácio Rangel irá apoiar projetos de pesquisa voltados ao desenvolvimento do Brasil e do Maranhão

Edital Ignácio Rangel irá apoiar projetos de pesquisa voltados ao desenvolvimento do Brasil e do Maranhão
fevereiro 20 22:28 2017

0edital-ignacio-rangelA Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) realizou na tarde desta segunda-feira, dia 20, o lançamento do edital do Ignácio Rangel, que tem como objetivo apoiar projetos de pesquisas voltados aos estudos e proposições sobre questões estratégicas para o desenvolvimento do Brasil e do Maranhão.

De acordo com o diretor-presidente da Fapema, Alex Oliveira, o edital é centrado no desenvolvimento do Maranhão e do Brasil. “Ele vai trazer 15 doutores para o nosso estado para trabalharem na UFMA, UEMA e UEMA Sul de forma que eles discutam sobre três eixos temáticos: Estado, Economia e Mundialização; Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento; e Desenvolvimento, Estado, Questão Agrária e Agrícola”, explicou Alex Oliveira, destacando a importância do maranhense, nascido na cidade de Mirador, Ignácio Rangel, que faria hoje 103 anos.

Para a diretora-científica da Fapema, Silvane Magali, através das linhas de pesquisa do edital Ignácio Rangel um diálogo transdisciplinar será proporcionado nas diversas áreas do conhecimento. “A nossa perspectiva é trazer doutores e recém-doutores para o Maranhão e articular esses pesquisadores aos programas de pós-graduação de universidades do estado. Para nós é muito importante lançar esse edital que nos traz a possibilidade de contar com entusiastas que se somam a nós para pensar o Brasil e o Maranhão”, afirmou Magali.

O doutor em Geografia pela Universidade de São Paulo (USP) e professor da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FCE/UERJ), Elias Jabbour, destacou o contraponto do edital em relação ao momento atual do Brasil. “Enquanto o nosso país discute reforma da previdência não inclusiva, redução de salário de servidores e a queda dos direitos trabalhistas, o Maranhão discute planejamento e homenageia um dos maiores teóricos do desenvolvimento do Brasil século XX, que foi Ignácio Rangel”, ressaltou Jabbour.

O lançamento contou também com a presença do professor e economista Raimundo Palhano, mestre em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF), especialista e estudos avançados em planejamento do desenvolvimento, economia do setor público e planejamento e gestão educacional. Ele parabenizou a Fapema pelo desenvolvimento e importância do edital.

Também foi proferida a palestra “História do pensamento econômico brasileiro: Ignácio Rangel, o mais original dos mestres”, que foi ministrada pelo professor José Márcio Rego, doutor em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e doutor em Economia de Empresas pela Fundação Getulio Vargas.

Bolsas

As bolsas estão distribuídas por faixas. No momento da submissão da proposta cabe ao candidato a responsabilidade de registrá-la em uma das seguintes faixas: Pesquisador A (jovem doutor a mais de cinco anos e menos de dez anos; bolsa de R$ 8.000,00 e auxílio de até R$ 10 mil destinados a despesas exclusivamente ao cumprimento das atividades estabelecidas no projeto de pesquisa) ou Pesquisador B (recém-doutor com menos de cinco anos de titulação; bolsa de R$ 7.165,00 e auxílio de até R$ 10 mil). O Governo do Maranhão irá destinar recursos na ordem de R$ 1,5 para o edital e um total de 15 bolsas serão disponibilizadas.

 

  Categorias: