Edital PAPPE coleciona sucessos em empresas apoiadas

Edital PAPPE coleciona sucessos em empresas apoiadas
dezembro 19 18:08 2013

pappeVisando o desenvolvimento de processos ou produtos inovadores dentro de microempresas e empresas de pequeno porte, o Programa de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Microempresas e Empresas de Pequeno Porte – PAPPE da Fundação de Amparo ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA, tem proporcionado a empresas situadas no estado a oportunidade de executar projetos capazes de gerar melhorias.

De 2010 a 2013 o edital PAPPE contemplou 22 empresas. O Programa objetiva conceder auxílio financeiro a empresas micro e de pequeno porte que tenham algum projeto inovador em quaisquer áreas do conhecimento. O prazo de execução desses projetos é de até 24 meses. Mas em alguns casos, os contemplados podem desenvolver em menos tempo.
A coordenadora do setor Inovação e Empreendedorismo da FAPEMA, Hallyne Moreira, falou sobre os projetos apoiados pelo edital: “É interessante vermos que as empresas têm enviado propostas cada vez mais interessantes e o número de proponentes também têm aumentado”, comentou Hallyne. semaforo

Um dos projetos que recebeu apoio do PAPPE é o Senétforo – Semáforo de Trânsito Programado via Internet, coordenado por uma das sócias da empresa TQNK Tecnologia Aplicada, Marlene Araújo Alves. O Senétforo consiste em um sistema que controla por meio da internet os semáforos, com o intuito de gerir da melhor forma o tráfego urbano. Esse monitoramento é feito pela internet em uma central de controle de trânsito.

Os benefícios trazidos pelo sistema implicam em menores custos, pois caso seja preciso reprogramar os semáforos ou organizar o trânsito devido a situações excepcionais (acidentes, alagamentos) não há a necessidade de envio de agentes de trânsito para um controle humano do tráfego no local. O projeto foi iniciado em 2011 e finalizado em 2013.

Outro projeto financiado pelo PAPPE trouxe benefícios ao meio ambiente. Sob a coordenação do prof.dr. Altamiro Souza de Lima Ferraz Júnior, pesquisadores da UEMA desenvolveram junto a empresa Alimentum Ltda. um biofertilizante, chamado “Super Alimentum” que pode ser utilizado na plantação de hortaliças e frutas no estado.
O biofertilizante é feito com materiais locais e substitui os insumos químicos que geralmente trazem prejuízos à natureza. De acordo com as experiências feitas pela equipe, o produto proporcionou um ótimo desenvolvimento nas culturas testadas.

Uma das metas da equipe era conseguir o selo de produto orgânico e este já foi concedido pelo Ministério da Agricultura, regularizando o produto para que haja a sua comercialização.
Para Hallyne Moreira a avaliação dos projetos do PAPPE é positiva. “É possível perceber através das visitas técnicas que nós realizamos que as empresas desenvolveram produtos e serviços de fato inovadores e bastante representativos e isso contribuiu para que adquirissem um diferencial competitivo, trazendo benefícios para o estado”.

  Categorias: