Edital Pós-Doc SUS oferece R$ 14,9 milhões para pesquisas estratégicas para o SUS

Edital Pós-Doc SUS oferece R$ 14,9 milhões para pesquisas estratégicas para o SUS
agosto 07 18:10 2009

ms

Bolsas e auxílios financeiros incentivarão o estudo de 30 jovens doutores em temas prioritários para o Sistema Único de Saúde. Inscrições vão de 24 de julho a 09 de setembro

Brasília – O Ministério da Saúde (MS), por intermédio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), financiará 30 pesquisas em temas prioritários para o Sistema Único de Saúde (SUS). Ao todo, serão concedidas 30 bolsas de pós-doutorado, com 30 auxílios financeiros durante o período de cinco anos, totalizando R$ 14.940.000,00. Os interessados podem se inscrever até 09 de setembro. O edital está disponível na página da CAPES – www.capes.gov.br.

 

O MS elegerá projetos apresentados por um líder de Grupo de Pesquisa e um candidato à bolsa que seja doutor há no máximo cinco anos. Cada projeto contemplado terá uma bolsa de R$ 3,3 mil por mês (por um período de até 60 meses) para o doutor e um auxílio financeiro para o desenvolvimento do estudo no valor de R$ 100 mil no primeiro ano e de R$ 50 mil em cada um dos quatro anos subseqüentes.

FORMAÇÃO – Esse edital integra o Programa de Estágios Pós-Doutorais em Saúde Humana (Pós-Doc SUS), cujo Termo de Cooperação entre a SCTIE/MS e CAPES/MEC foi lançado em abril em 2009. A previsão é que sejam lançados editais anuais até 2013, totalizando R$ 75 milhões. Desse aporte de recursos, R$ 45 milhões são provenientes da Secretaria de Ciência e Tecnologia e Insumos Estratégicos/MS e R$ 30 milhões da Capes/MEC.

A expectativa é que o Pós-Doc SUS contribua para a formação de pesquisadores no campo da ciência, tecnologia e inovação em saúde e para a consolidação de cursos, programas e estratégias de educação de alto nível, em áreas estratégicas para o SUS. O secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do MS, Reinaldo Guimarães, informa que os pesquisadores poderão concorrer ao financiamento em três linhas de pesquisa: pesquisa biomédica, pesquisa em saúde coletiva e desenvolvimento de produtos industriais em saúde (veja quadro). “O acordo fortalece a formação de pesquisadores na área de saúde. Estamos formando mais de 10 mil doutores em todas as áreas de conhecimento no Brasil, mas faltam estágios pós-doutorais”, afirma o secretário.

CAPACITAÇÃO – Os temas de investigação foram definidos pelo Ministério da Saúde, em conformidade com as prioridades definidas pela Política Nacional de Saúde e pelo Programa Mais Saúde, componente do Programa de Aceleração do Crescimento. Os projetos serão acompanhados, passando por uma primeira avaliação de mérito ao final do segundo ano. O edital propicia não apenas a produção de conhecimento, mas também a qualificação de pessoal.

LINHAS DE PESQUISA FINANCIADAS EM 2009

Linhas de pesquisaTemasNúmero de projetos

Pesquisa BiomédicaCélulas-tronco, hepatites humanas e micobacterioses não tuberculosas.Até 10

Pesquisa em Saúde ColetivaEpidemiologia genômica e Economia da Saúde. Até 10

Desenvolvimento de produtos industriais em saúde Equipamentos, materiais de uso em saúde, farmoquímicos e medicamentos.Até 10

SERVIÇO

Edital do Programa de Estágios Pós-Doutorais em Saúde Humana (Pós-Doc SUS)

http://www.capes.gov.br/images/stories/download/bolsas/Edital_PNPDS2009.pdf

Valor total: R$ 14.940.000

Número de projetos financiados: 30

Cada projeto contará com: bolsa de pós-doutorado de R$ 3,3 mil mensais (60 meses) e auxílio financeiro no valor de R$ 100 mil no primeiro ano e de R$ 50 mil em cada um dos quatro anos subseqüentes

Inscrições: de 24 de julho a 09 de setembro no endereço eletrônico: www.capes.gov.br 

  Categorias: