Encontro de indústria de talento é encerrado com sucesso de público

Encontro de indústria de talento é encerrado com sucesso de público
agosto 08 20:19 2012

Conhecimento, aprendizado e futuro. As três palavras podem ajudar a compreender o sucesso da primeira edição do programa Indústria de Talentos, que durante dois dias reuniu 6 mil adolescentes e jovens interessados nas novidades do mercado de trabalho. Eles também foram atraídos pelo 6º Encontro Maranhense de Estágio, que aconteceu paralelamente. Promovido pela Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema) por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e conta com apoio do Governo do Maranhão.

DSC_03291O encontro aconteceu no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, no Cohafuma, onde milhares de estudantes puderam visitar stands de várias empresas que trouxeram seus projetos diferenciais do setor produtivo, com objetivo maior de atrair estudantes e futuros profissionais. E a idéia, foi aprovada. “Na verdade eles mostram pra gente, porque nosso trabalho naquela empresa pode valer a pena e em que a gente pode ajudar”, relata o estudante do 2° Ano do Ensino Médio, Ronilson Pereira.

O evento foi voltado para estudantes de escolas públicas, particulares e de cursos técnicos. A movimentação dos jovens em busca do conhecimento foi intensa. E nesse segmento, destacaram-se os stands do governo: o da secretaria de indústria e comércio e, principalmente, o da secretaria de ciência, tecnologia e ensino superior (SECTEC), graças ao incentivo do programa Maranhão Profissional.

“Foi uma boa oportunidade do Governo do Estado apresentar diretamente aos jovens e estudantes ações e investimentos destinados a  capacitação desse segmento. Projetos e programas que têm com objetivo de torna-los qualificados para o ingresso  no mercado de trabalho, como o Programa Maranhão Profissional , que foi apresentado e recebido pelos jovens com grande entusiasmo ”, observou secretária de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Rosane Nassar Guerra.

Desenvolvido pelo governo, com o apoio da iniciativa privada e das instituições de ensino. No ano passado, o Maranhão profissional qualificou quase 84 mil maranhenses para o primeiro emprego. A meta é elevar para 150 mil para este ano.

A estudante Gabrielle Cristina, do 1º Ano do Ensino Médio, gostou de saber que pode ter oportunidades através desse programa. “Pra gente que é estudante é muito importante ter conhecimento suficiente e saber que existem programas como esse aqui do Maranhão Profissional”, disse. O coordenador do programa Maranhão Profissional frisou a importância dessa capacitação. “Um profissional com nível técnico é rapidamente absorvido pelo mercado. O objetivo é qualificar e colocar no mercado”.

DSC_03551Também chamou atenção os livros expostos pela Fapema. Vários estudantes queriam conhecer o trabalho que estava sendo apresentado nos livros. “Me interessei por esse que ensina física de maneira fácil. É bom para os professores, mas para nós alunos também”, afirmou Leonardo Garcia, estudante do 3° Ano do Ensino Médio. Colaboradores explicavam como era possível adquirir os exemplares e orientavam sobre como é possível ter um trabalho como este publicado pela Fapema.

Com foco no desenvolvimento científico do Maranhão, a FAPEMA incentiva os jovens desde cedo a se envolver com a pesquisa e contribuir, desta forma, com o crescimento do estado. Dois exemplos são os editais IC Jr e Prociência, voltados para estudantes do ensino básico.

  Categorias: