Encontro entre profissionais da imprensa e acadêmicos de Comunicação Social discute os caminhos para a divulgação científica

Encontro entre profissionais da imprensa e acadêmicos de Comunicação Social discute os caminhos para a divulgação científica
julho 23 17:35 2013

20130722 154122

Profissionais da área de comunicação, como jornalistas , editores locais e de diferentes estados brasileiros, e acadêmicos de comunicação, que participam da cobertura da SBPC em Recife, estão tendo a oportunidade de não só ficar por dentro das principais novidades na área de ciência, tecnologia e inovação que estão sendo apresentadas no evento, mas também de aprimorar seus conhecimentos no que tange à divulgação cientifica.

A fim de incentivar uma cobertura mais acessível do tema, a revista IMPRENSA propõe a realização do Encontro IMPRENSA de Jornalismo Científico, iniciado no dia 21 e que se estende até esta terça-feira (23). O evento conta com o patrocínio do Bradesco e vai promover o relacionamento entre fontes da editoria científica e jornalistas.

O objetivo é discutir como o jornalista e seu diálogo com a fonte pode contribuir para a compreensão da ciência pela sociedade. Na segunda-feira, como parte da programação da 65ª Reunião SBPC, a palestra foi sobre cobertura jornalística da pauta ciência. As discussões foram coordenadas por Sinval Itacambi Leão da Revista Imprensa com a participação de Luis Nassif (Brasilianas.org) e Paloma Oliveto (Correio Brasiliense). Na terça-feira o tema abordado foi Divulgação Científica da Pauta Ciência na Imprensa Especializada.

A programação da 65ª Reunião Anual para o Progresso da Ciência é constituída por mais de 260 atividades, entre conferências, mesas-redondas, minicursos, encontros, sessões especiais, simpósios e assembleias. Pesquisadores de todas as áreas discutem no local temas relevantes de todas as áreas do conhecimento, das ciências humanas e sociais às tecnológicas, exatas e da terra, biológicas e da saúde.

Na mesma linha de debate, a conferência Prêmio Chico Reis de Divulgação Científica e Tecnológica – 2013 – Que Divulgação é esta? – Desafios da Ciência, usou os 33 anos da premiação como linha para definir o que já foi concretizado em divulgação e promoção da Ciência no Brasil. Ildeu de Castro, da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, listou 10 desafios, que, segundo ele, ainda constituem entraves para o progresso intelectual e tecnológico do país. foto1

Entre os pontos, podemos destacar: Melhoria da qualidade educacional, impacto a setores mais amplos e carentes da sociedade, expansão e melhoria dos espaços de científicos e culturais , formação de profissionais de comunicação qualificados e apropriação social dos espaços e construção coletiva de conhecimento.

“Penso que os estádios construídos ou reformados para a copa do mundo podem servir, e muito bem, para a promoção da ciência. Gastam-se somas enormes de dinheiro em locais que deveriam ser públicos, mas acabam na mão de particulares”, ponderou o pesquisador, que ainda citou exemplos de grande impacto como a Caminhada de Darwin que reuniu milhares de crianças, e até mesmo adultos, para conhecer os pontos visitados pelo cientista, autor da Teoria da Evolução das Espécies, no Brasil.

  Categorias: