Escolha profissional é tema de pesquisa apoiada pelo edital AEXT

Escolha profissional é tema de pesquisa apoiada pelo edital AEXT
dezembro 18 12:36 2013

prosissaoUma criança sempre é questionada com a pergunta: o que você quer ser quando crescer? E então aparecem os mais diversos profissionais, de médicos a bombeiros, policiais, artistas, mas o sonho muitas vezes é perdido com passar dos anos.. É comum no ambiente de trabalho ou na família, alguém comentar sobre a insatisfação com a profissão escolhida, assim como é comum jovens inseguros na hora de escolher a profissão.

Em São Luis, a doutora em Teoria e Pesquisa Comportamental, Francisca Morais lidera uma equipe de psicólogos integrada por Ana Flávia Telles, Cristiane Valente e Márcia Beckam, que desenvolvem um projeto cerca de 200 estudantes do terceiro ano do ensino médio de escolas da rede estadual de ensino de São Luis tem como objetivo despertar desde cedo o interesse pela profissão que querem seguir.

O trabalho é apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA através do Edital de Apoio a Projetos de Extensão – AEXT, que tem como objetivo fomentar projetos de extensão, em conexão com a pesquisa científica e desenvolvimento tecnológico, que sejam executados no Maranhão.

O projeto atende jovens carentes e que não têm acesso ao psicólogo por motivos variados, que vão desde o alto valor da consulta até o deslocamento ao local de atendimento. “Quando esses jovens são chamados a participar do projeto ficam satisfeitos com a oportunidade. Queremos despertar desde cedo o interesse pela profissão que o ele queira e fazê-lo um profissional realizado e feliz”, explicou Francisca Morais.

No projeto, a metodologia usada com os estudantes é a aplicação de uma série de dinâmicas, testes vocacionais e psicológicos para saber aptidões, dentre outras atividades. Francisca Morais fala que muitos jovens concluem a graduação e não chegam a trabalhar na área escolhidas. “Queremos com a pesquisa, resgatar o período de possível de perda de tempo e que esse aluno possa realmente descobrir sua vocação, tirando qualquer dúvida sobre o futuro profissional”, observou.

Sobre os recursos destinados pela FAPEMA através do Edital AEXT, a pesquisadora falou da satisfação em participar. “É uma excelente oportunidade de recursos para utilizar nas escolas, que já são carentes e não tem condições de atender aos trabalhos”, afirmou.

Segundo Morais, a pesquisa tem observado que a profissão mais escolhida pelos meninos são o direito, informática, engenharia. Já as meninas querem a psicologia, enfermagem e medicina.

  Categorias: