Estudante do Ensino Médio desenvolve simulador virtual de controle de cadeira de rodas baseada em gestos

Estudante do Ensino Médio desenvolve simulador virtual de controle de cadeira de rodas baseada em gestos
junho 21 17:17 2017

simulador-virtual-cadeira-de-rodasGarantir acessibilidade às pessoas que utilizam cadeiras de roda para se locomover é uma das preocupações tanto dos governantes quanto dos pesquisadores na busca por contribuir para a construção de políticas públicas em benefício da população.

No entanto, é notório que as conquistas alcançadas pelos cadeirantes ainda são pequenas perto dos problemas vivenciados diariamente por eles. Pensando nisso, o aluno do curso de Comunicação Visual do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), Campus São Luís, Matheus Alberto Silva, desenvolveu um simulador virtual que retrata a vida de um cadeirante com o objetivo de conscientizar as pessoas das necessidades da acessibilidade em diversos lugares e ambientes. 

“A ideia surgiu de um desafio de encaixar um estudante do curso de Comunicação Visual em algum projeto que envolvesse acessibilidade. Logo percebemos que a criação de um ambiente gráfico tridimensional se encaixaria muito bem com um estudante da área. Então resolvemos desenvolver esse projeto que busca a disseminação da importância da acessibilidade com um elemento que se encaixa no núcleo de atuação da Comunicação Visual/Design Gráfico”, explica o estudante.

simulador-virtual-cadeira-de-rodas2.jpgDe acordo com Matheus Alberto Silva, a princípio foi realizado o estudo dos programas 3D Studio Max e o Unity que foram utilizados no desenvolvimento do projeto. Além disso, foram pesquisados os conceitos que seriam usados no projeto: Ergonomia, Design Universal e Tecnologia Assistiva. Depois, o aluno partiu para a produção dos ambientes 3D.

“Já conseguimos desenvolver o simulador e, a partir da mesma tecnologia, nossa equipe está desenvolvendo um game para tornar o projeto mais descontraído e menos monótono como um simples simulador. Agora pretendemos levar tanto o simulador quanto o game para expor em feiras, congressos e espaços públicos para atingirmos o nosso objetivo”, ressalta o estudante.

Matheus afirma sempre se esforçar bastante para atingir suas metas e ao mesmo tempo procura um modo que elas não beneficiem apenas ele. “Tenho procurado, de uns tempos para cá, maneiras de construir uma sociedade melhor a partir do que pretendo fazer e seguir carreira, que é no Design. Então, estou aproveitando ao máximo meu curso que me dará suporte para o que eu pretendo fazer no futuro e seguir, também, na área de pesquisa científica”, frisa o aluno do IFMA.

Segundo Matheus, ele obteve incríveis resultados e experiências incríveis causadas pela necessidade de aprender sobre certos programas e conceitos. “Tanto eu como minha equipe compartilhamos sempre conhecimento e informações e, logo, todos aprendem um pouco de cada coisa. Antes de alcançarmos o objetivo do projeto, ele já alcançou agente, pois nós temos cada vez mais percebido a importância da acessibilidade e maneiras de torná-la real”, destaca.

  Categorias: