Estudantes maranhenses participam da SBPC com apoio da FAPEMA

Estudantes maranhenses participam da SBPC com apoio da FAPEMA
julho 23 19:19 2013

estudantes

Pesquisas desenvolvidos por estudantes maranhenses, apoiadas pelo governo do estado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA,  estão sendo apresentadas na 65 Reunião Anual da SBPC, que acontece em Recife até sexta-feira (26). Os estudantes que apresentam os trabalhos receberam auxilio, por meio de edital, para participar da reunião, um dos maiores eventos científico da América Latina.
 
“O Maranhão participa do evento, com apresentação de pôsteres, lançamento de livros de pesquisadores maranhense que receberam o apoio do governo por meio de editais da FAPEMA, e com um estande na ExpotC&T onde está sendo mostrado a produção cientifica do estado e seu potencial na área de turismo, cultura e negócios”, conta a diretora presidente da FAPEMA, Rosane Nassar Meireles Guerra.

Entre os trabalhos apresentados por estudantes maranhenses está o de Moises Garcez, acadêmico da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) do curso de Linguagens e Códigos, do campus de São Bernardo.  O trabalho, apresentado em forma de pôster aborda o tema “Oficinas de Práticas Docentes: uma experiência do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência- PIBID de Língua do Curso de Linguagem e Códigos da UFMA”.

O trabalho fala da inserção dos alunos do PIBID dentro das escolas. “Este é um processo que vem antes da formação docente. O PIBID é bom por isso, porque antes que a gente saia da universidade a gente tem o conhecimento de como vai ser nossa prática docente e a realidade das escolas que vamos encontrar”, observou Moises.

O PIBID é uma iniciativa para o aperfeiçoamento e a valorização da formação de professores para a educação básica. O programa concede bolsas a alunos de licenciatura participantes de projetos de iniciação à docência desenvolvidos por Instituições de Educação Superior (IES) em parceria com escolas de educação básica da rede pública de ensino.

A proposta é que os projetos promovam a inserção dos estudantes no contexto das escolas públicas desde o início da sua formação acadêmica para que desempenhem atividades didático-pedagógicas sob orientação de um docente da licenciatura e de um professor da escola.

Apoio – O financiamento da FAPEMA, segundo Moises, foi decisivo para a participação de muitos alunos na SBPC. Sandys Viana, do curso de Ciências Naturais e Anne Catherinne Luz, do mesmo curso da UFMA também são maranhenses que participam do evento.

  Categorias: