Estudo do Inpa revela estoque de carbono florestal no Amazonas

abril 29 18:58 2014

O estoque de carbono florestal no estado do Amazonas é de 167,7 toneladas por hectare. Este é um dos resultados do Projeto Cadaf, que estuda a dinâmica de carbono da floresta amazônica realizado por pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) e do Japão.

A divulgação dos dados sobre a quantidade do estoque de carbono no Amazonas foi feita pelo pesquisador Francisco Higuchi durante o seminário de encerramento do Projeto Cadaf. O evento, que terminou hoje (29), contou com a participação de vários pesquisadores envolvidos no projeto que apresentaram o resultado de seus estudos.

Higuchi explicou aos participantes do seminário que os dados servirão para dar continuidade na implantação da estratégia de Redução de Emissões provenientes de Desmatamento e Degradação Florestal (REDD+), que prevê incentivos aos países em desenvolvimento que reduzirem emissões de gases que provocam o efeito estufa e investirem em desenvolvimento sustentável e práticas de baixo carbono para o uso da terra.

“No momento, estamos criando a base de conhecimento na questão de metodologia de inventário florestal contínuo e monitoramento florestal tentando conciliar com o sensoriamento remoto”, explica o pesquisador. “Tudo isso para ajudar quem tiver interesse, no caso o governo estadual, na elaboração de implantação do projeto REDD+.”

O Cadaf é um projeto de cooperação técnica internacional que teve início em 2010 em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCTI), o Instituto de Pesquisas de Florestas e Produtos Florestais do Japão (FFPRI) e a Universidade de Tókio. O projeto teve o financiamento da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica).

  Categorias: