Fale ou gesticule: a máquina o entenderá

Fale ou gesticule: a máquina o entenderá
setembro 14 13:07 2009

Nada de apertar botões, teclas, alavancas ou chaves de ligação. A eletrônica está aposentando controles remotos e teclados. Daqui para frente, passaremos a falar com os equipamentos. Ou a comandá-los por gestos, à semelhança de um maestro que rege a orquestra. Nos menores aparelhos pessoais usaremos as telas sensíveis ao toque (touchscreen), como nos modernos celulares.ifa_2_2009

O mundo da tecnologia vive a mais profunda mudança de paradigmas na relação homem-máquina ou interface de usuário, segundo o jargão dos especialistas. A identificação das pessoas tende a tornar-se totalmente biométrica, com o uso das impressões digitais, da íris, da voz ou da fisionomia de cada um.

Em sentido amplo, essa foi, talvez, a principal conclusão dos visitantes da IFA 2009, a feira de eletrônica de entretenimento da Europa, realizada de 4 a 9 de setembro, em Berlim, que superou em número de visitantes, tamanho e inovações sua maior rival, o Consumer Electronics Show (CES), de Las Vegas.

E, com o avanço da convergência, as comunicações, a eletrônica e a computação se fundem cada dia mais para proporcionar ao ser humano um número incontável de benefícios, de elevação da qualidade de vida, de aumento da produtividade e do bem-estar, do conhecimento, do lazer e da saúde.

No pavilhão de áudio, ao lado de grandes corporações do setor, uma pequena empresa, a Vinylrecorder.com exibiu sua máquina exclusiva que grava um disco LP de vinil na hora. É a face ainda artesanal da eletrônica que sobrevive.

A IFA 2009 bateu todos os recordes, com 1.164 expositores, em 121 mil metros quadrados de área efetiva, 228 mil visitantes e um total de 6.219 profissionais de mídia (de jornais, revistas, rádio, TV e web) de 78 países. Uma das estratégias do evento foi atrair o público com o maior impacto visual e instalações e cenários de luxo, como nos pavilhões da Philips, Samsung, Sony, LG e Loewe.

Safra de inovações

As inovações na área da televisão ultrapassaram todos os demais segmentos nesta feira de Berlim. Embora já tenha sido apresentada como protótipo em outras feiras e eventos internacionais, a TV tridimensional (TV3D) conquistou este ano a maior parcela de atenções, principalmente do público jovem, pelo impacto visual dos novos jogos eletrônicos, com muito maior profundidade e relevo.

Faltam ainda conteúdos de qualidade para adultos, porque Hollywood até agora não deu a prioridade na produção de filmes, bem como na adaptação dos clássicos para 3D. Um dos obstáculos a essa produção em larga escala é a falta de padronização do cinema 3D.

A maioria das pessoas parece aceitar como normal o uso de óculos para assistir às demonstrações de TV3D. Esses óculos não são mais descartáveis nem de papelão e plástico de baixa qualidade, mas ganharam design moderno e até modelos de grifes conhecidas.

A televisão, aliás, parece conquistar a cada dia mais força como novo centro de entretenimento e comunicação da casa digital, seja no home theater, seja nos centros ou servidores de controle de mídia (os home media servers). Nessa área, a empresa alemã Loewe impressionou pela variedade de soluções na área da casa inteligente e exibiu um dos projetos de home theaters mais admirados por suas linhas arrojadas.

Como não poderia deixar de ser, a internet estava presente em todas as áreas da IFA 2009. Sua mais popular aplicação na área de entretenimento, foi, de longe, a Web TV, denominação preferida pela Sony à Net TV, adotada pela Philips. É notável o avanço de qualidade das imagens de sites de imagem como YouTube e outros. Ninguém duvida de que a Web TV venha a ser uma das formas de maior sucesso nessa convergência de mídias.

Fábrica de Tecnologia

Nenhuma empresa ou instituição presente à IFA 2009 apresentou maior número de inovações do que o Instituto Fraunhofer. Famoso por diversas conquistas, inclusive a criação do sistema de compressão de áudio MP3, o Fraunhofer pode ser considerado uma verdadeira fábrica de tecnologia. Integrado por mais de 50 laboratórios de pesquisa e desenvolvimento, esse instituto é um dos melhores exemplos de colaboração entre governo e indústria.

Num estande especial, o Fraunhofer apresentou mais de uma centena de avanços e inovações nas áreas de rádio e TV digitais, televisão sobre protocolo IP (IPTV) e sistemas de informação interativa. Um de seus destaques foi sistema Dicit, interface por comando vocal à distância para controle da televisão interativa. Com ele, o usuário pergunta à sua TV e obtém como resposta a lista dos principais programas e melhores filmes do dia.

  Categorias: