Fapema divulga resultados de editais COOPI e NIT

Fapema divulga resultados de editais COOPI e NIT
julho 14 17:00 2016

2015editaisAo todo, 12 propostas foram aprovadas e os pesquisadores tem até o dia 01 de agosto para enviarem documentação

O Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação – SECTI, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) divulgaram na tarde dessa quinta-feira, 14, os resultados dos editais nº 001/2016, de Apoio à Cooperação Internacional (COOPI) e nº 014/2016, de Apoio à Difusão de Ambiente de Inovação em Tecnologia Digital no Estado do Maranhão (NIT). A seleção das propostas foi realizada por um grupo de consultores ad hoc, que são pesquisadores-doutores atuantes em suas áreas de especialização.

O edital Apoio à Cooperação Internacional (COOPI) tem o objetivo de promover as aptidões e estimular o crescimento profissional dentro da linha de ação Mais Qualificação, e no âmbito do programa Cidadão do Mundo. Visa, ainda, estimular a realização de projetos de pesquisa que visem à obtenção de resultados científicos relevantes e de alto impacto, bem como a formação de recursos humanos, a partir de intercâmbio de pesquisadores residentes e vinculados às instituições de ensino e pesquisa públicas no Maranhão, com grupos de instituições de ensino e/ou pesquisa localizados fora do Brasil.

De acordo com o coordenador de Inovação e Empreendedorismo (CIE) da Fapema, Maurício Sá, a cooperação internacional é um eixo estratégico fundamental para o desenvolvimento e consolidação da pesquisa. “Vale ressaltar, também, a importância ma capacitação de recursos humanos mediante a troca de experiências com a comunidade internacional”.

Já o edital de Apoio à Difusão de Ambiente de Inovação em Tecnologia Digital no Estado do Maranhão (NIT) está dentro da Linha de ação Mais Inovação, no âmbito do programa Inova Maranhão e tem por objetivo promover o desenvolvimento da inovação e do empreendedorismo, especialmente para o estímulo à cooperação entre as empresas, as instituições de ensino superior, os centros de pesquisa, organizações não governamentais e o governo. Foca, também, na indução e fomento da criação, estruturação e manutenção, assim como a capacitação da equipe, dos “Núcleos de Inovação Tecnológica e de Proteção ao Conhecimento” que tenham como pressupostos atividades direcionadas a orientação, assessoramento, apoio e gestão do processo de inovação, proteção à propriedade intelectual e à comercialização dos resultados das pesquisas desenvolvidas nas instituições. “Um estado que pretende ampliar seu patamar de desenvolvimento deve, necessariamente, dar apoio a ações que tenham por fundamento a inovação tecnológica em todos os segmentos da ciência e da tecnologia. É nessa área que o NIT atua”, explicou Maurício Sá. 

Próxima etapa – Os pesquisadores que tiveram suas propostas aprovadas tem até o dia primeiro de agosto para enviarem à Fapema a mesma documentação que foi cadastrada na submissão online. Além destes, os selecionados devem, ainda, apresentar outros documentos, de acordo com as exigências de cada edital. Esse material complementar deve ser postado via correios, com aviso de recebimento, ou entregue pessoalmente no protocolo da Fapema, em envelope lacrado.

Os resultados da seleção podem ser conferidos no link:

http://www3.fapema.br/site2012/index.php?option=com_docman&task=cat_view&gid=120&Itemid=209

 

  Categorias: