FAPEMA é destaque em premiação de jornalismo ambiental

FAPEMA é destaque em premiação de jornalismo ambiental
dezembro 13 16:46 2013

venilson ararajubaO Núcleo de Difusão Científica da Fundação de Amparo a Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA – foi premiado na 1ª edição do Prêmio Ararajuba de Jornalismo Ambiental, promovido pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Maranhão. Com a reportagem “Educação ambiental para criadores de peixes de água doce na área de proteção ambiental do Maracanã”, o repórter Venilson Gusmão venceu na categoria Radiojornalismo. A reportagem foi veiculada no programa Rádio Inovação, que vai ao ar todas as segundas-feiras na Rádio Universidade FM.

No total, 60 trabalhos foram inscritos, sendo 27 selecionados para etapa final em seis categorias: Acadêmicos de Jornalismo, Fotojornalismo, Jornalismo Impresso, Webjornalismo, Radiojornalismo e Telejornalismo.

A FAPEMA competiu em três categorias: em Jornalismo Impresso, com a reportagem “Nasce, cresce, reproduz e morre”, da repórter Priscila Cardoso que falou sobre a caçada indiscriminada da jaçanã na Baixada Maranhense e as soluções para conservar a espécie; em Webjornalismo, com matérias do repórter Venilson Gusmão sobre “Inclusão Tecnológica na conservação da biodiversidade maranhense” e “Pesquisa busca o extrativismo sustentável da ostra em Raposa”.

Na categoria Radiojornalismo, em que foi premiado, o repórter Venilson Gusmão também foi selecionado com duas reportagens: “Cultivo sustentável da ostra” e a vencedora “Educação ambiental para criadores de peixes de água doce”. Para ele, a premiação é o reconhecimento de um trabalho para divulgar iniciativas em que alinham desenvolvimento científico e meio ambiente. “E o Rádio Inovação é um produto onde tentamos alcançar e fazer essa comunicação de várias formas para atingir internautas e ouvintes com uma linguagem que seja acessível a todos. Nessa reportagem, especificamente, temos como um atrativo a radionovela, que é um artifício com que sempre trabalhei e ajuda na compreensão dos temas”, revela.

Cinco reportagens da FAPEMA concorreram à premiação. Para a diretora-científica da Fundação, Cláudia Coelho, que esteve presente na cerimônia, a iniciativa reconhece o trabalho dos comunicadores do Núcleo de Difusão Científica da instituição. Ela também elogiou a organização do Prêmio Ararajuba. “Acredito que reconhecer o papel da imprensa, da comunicação é muito importante. Percebemos que essa valorização se faz cada vez mais necessária”.

O secretário de Meio Ambiente do estado, Victor Mendes, afirmou durante a entrega do prêmio que, além de reconhecer o talento dos profissionais de comunicação e de colocar em pauta os assuntos ambientais a premiação dissemina boas práticas de sustentabilidade.prêmio ararajuba “Não é uma missão fácil, gerenciar o meio ambiente no estado, mas é extremamente importante conscientizar sobre a importância do tema e sensibilizar as pessoas a falar sobre sustentabilidade no dia a dia”, revelou.

A premiação total chegou a R$ 21 mil reais, além de troféus a todos os participantes. A reportagem vencedora pode ser acessada aqui.

  Categorias: