Fapema realiza julgamento do Edital de Igualdade Racial

Fapema realiza julgamento do Edital de Igualdade Racial
agosto 12 14:47 2016

igualdade-racialA Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) deu início na manhã desta sexta-feira (12) ao julgamento do Edital de Igualdade Racial com 48 propostas submetidas.

O edital tem como objetivo apoiar projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação voltados aos estudos sobre as relações étnico-raciais com vistas à construção de alternativas que resultem na redução dos indicadores das desigualdades daí decorrentes, ao mesmo tempo, em que busca dar visibilidade ao tema como objeto de pesquisa estratégico para o Maranhão.

De acordo com o diretor-presidente da Fapema, Alex Oliveira, o Governo do Estado do Maranhão, através da fundação, tem trabalhado numa lógica de investir na inclusão social, com ciência e tecnologia, visto que é necessário reverter os indicadores de desenvolvimento humano.

“Todos os editais da linha Mais Inclusão da Fapema tem sido objeto de oficinas de planejamento e participação social, que tem como objetivo a definição das prioridades de pesquisa no edital, a definição das modalidades de pesquisa que serão apoiadas e os critérios de seleção dos projetos segundo com os interesses do Estado do Maranhão”, ressaltou Alex Oliveira.

O edital possui diversos eixos temáticos, entre eles: Desenvolvimento e Inclusão Produtiva e Social da População Negra; Gestão das Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial; Territórios Negros, Quilombos Urbanos e Rurais, Terras de Pretos e Comunidades Negras; Religiões de Matriz Africana e Religiosidade; Juventude Negra, Violência e Direitos Humanos; População Negra e Velhice; População Negra com Deficiência; Racismo Institucional.

Segundo a diretora-científica da Fapema, Silvane Magali, o Edital de Igualdade Racial corresponde aos interesses do Governo do Maranhão no sentido de que a possibilidade de um estado melhor passa pela ruptura das desigualdades. “O Brasil e o Maranhão tem marcas muito fortes da desigualdade racial. Essa é uma função necessária e que o governo tem se empenhados nas suas diversas secretarias. E na Fapema não poderia ser diferente, sendo ela um instrumento de fomento à pesquisa”, destacou Magali.  

Serão destinados, pelo Governo do Estado do Maranhão, R$ 350 mil para o apoio das pesquisas aprovadas no Edital de Igualdade Racial. Os projetos apoiados pelo edital terão o valor máximo de R$ 40 mil e prazo de execução de até 24 meses, contados a partir da data da assinatura do Termo de Outorga.

O julgamento do Edital de Igualdade Racial ocorre até o final do dia. A intenção é que a divulgação do resultado ocorra até segunda-feira, dia 15. 

  Categorias: