FAPEMA reúne pesquisadores para discutir desenvolvimento do edital Ignácio Rangel

FAPEMA reúne pesquisadores para discutir desenvolvimento do edital Ignácio Rangel
janeiro 30 19:32 2017

DSC 0840Pesquisadores que atuam em diferentes áreas de conhecimento da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e Universidade Estadual do Maranhão Sul (UEMASUL) se reuniram na manhã desta segunda-feira, dia 30, numa Oficina de Planejamento e Participação Social para debater e traçar diretrizes para a elaboração do Edital de Apoio às Pesquisas voltadas ao Desenvolvimento: Ignácio Rangel, que será lançado em breve pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema).

Durante a oficina, os pesquisadores discutiram os eixos e as linhas de pesquisa que estruturam o edital. Inicialmente foram definidos três eixos temáticos: Educação, Economia e Ciência & Tecnologia. “Outros temas foram incluídos de acordo com a demanda dos pesquisadores que estavam participando do evento”, explicou a diretora-científica da Fapema, Silvane Magali.

Além de propor outros eixos temáticos, tais como desenvolvimento na Agricultura Familiar, Educação no Campo, Zoneamento Ecológico e Sustentabilidade no Estado do Maranhão, os grupos criaram propostas sobre a inserção de bolsistas, composição da equipe executora e propuseram outros aspectos dos itens para o edital que propõe estudar questões para o desenvolvimento do Brasil e no Maranhão a partir do pensamento de Ignácio Rangel.

Silvane Magali informou que deverão ser proponentes do projeto submetido ao edital os doutores e recém-doutores de todo país e que outros encontros serão realizados para alinhamento das propostas. Além disso, explicou a escolha do nome de Ignácio Rangel para o edital direcionado ao desenvolvimento.

“Ignácio Rangel, economista maranhense que trabalhou durante muitos anos voltados para o desenvolvimento do Brasil, é a inspiração do edital, mas dialoga com outros autores clássicos que também se colocaram para pensar o país numa lógica do desenvolvimento menos desigual que alavancasse várias dimensões da tecnologia, da educação e da economia, porém voltados, sobretudo para diminuir as disparidades entre regiões e populações”, ressaltou.

O Edital de Apoio às Pesquisas voltadas ao Desenvolvimento: Ignácio Rangel está inserido na Linha de Ação Mais Qualificação, que tem por objetivo qualificar e estimular estudantes e pesquisadores do Maranhão por meio de bolsas de estudo. Ampliando o número de bolsas de formação, pesquisa e extensão, com foco nas áreas prioritárias na política de crescimento do Índice de Desenvolvimento Humano e em setores estratégicos para o desenvolvimento do Estado. Está inserido no âmbito do Programa Pesquisando, que visa focar na qualificação e no estímulo profissional dos pesquisadores. Sendo realizado a partir de estágios de curta duração no país, de bolsas de produtividade em pesquisa, de pesquisador visitante e de desenvolvimento sócio regional e de planejamento e gestão em pesquisa.

  Categorias: