FAPEMA se reúne com Casa España e representantes das universidades do estado

FAPEMA se reúne com Casa España e representantes das universidades do estado
novembro 27 19:00 2013

DSC 3640Reuniram-se na tarde desta quarta-feira, 27, a presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA , Rosane Guerra, representantes de universidades do estado e o presidente da Casa de España no Maranhão, Raul de la Iglesia David.

O encontro teve como objetivo alinhar projetos e estreitar relações entre a Casa, a Fundação e as universidades Federal (UFMA), Estadual (UEMA), Instituto Tecnológico do Maranhão (IFMA) e UniCeuma, no âmbito do programa Ciência sem Fronteiras.

Segundo a presidente da Fundação, “a ideia inicial é firmar termos de cooperação técnica na área de educação”. “A atuação da FAPEMA, de forma articulada, além de potencializar os benefícios em prol da população, fortalece as instituições”, ressaltou Rosane Guerra.

Para Iglesia é importante somar forças para divulgar as ações científicas do Maranhão fora do país, e vice e versa. “A convergência de esforços rende bons frutos para as instituições e para toda a sociedade maranhense”, destacou.

A Casa de España é uma instituição filantrópica, que além de dar suporte á colônia espanhola no estado, tem como objetivo promover, patrocinar e favorecer as ações entre o Maranhão e a Espanha.

Para o programa Ciência sem Fronteiras estão sendo oferecidas até 101 mil bolsas de estudo, incluindo auxílios de pós doutorado. Para a Espanha são oferecidas bolsas desde graduação até pós doutorado.

A FAPEMA, segundo a diretora presidente, se propõe a mediar os acordos e favorecer o entendimento entre as partes, para tanto se posiciona com as portas abertas para mais reuniões. O acordo de cooperação entre as entidades terá como mote o auxílio aos alunos interessados em estudar no exterior e a divulgação das ações do estado no país europeu. Para Raúl de la Iglesia o momento de dar a largada é já. “Queremos que os alunos não se sintam sozinhos” comentou o presidente da Casa de España.

  Categorias: