Governo do Estado inaugura hoje nova sede da Fapema no Centro Histórico

Governo do Estado inaugura hoje nova sede da Fapema no Centro Histórico
outubro 22 13:00 2015

0centro-historicoO governador Flávio Dino, a presidente nacional do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Jurema Machado, e o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré inauguram, nesta quinta (22), às 16 horas, mais duas obras do Programa de Aceleração das Cidades Históricas (PAC das Cidades Históricas), a nova sede da Fundação de Amparo à Pesquisa e Desenvolvimento Científico do Maranhão (Fapema) e o anexo do prédio do Curso de História da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), onde funcionará a área de pós-graduação do curso.

 

Os dois imóveis, localizados na Rua da Estrela, no Centro Histórico de São Luís, são tombados pelos governos federal e estadual e integram o conjunto urbano arquitetônico e paisagístico da cidade.

 

Inscritos no PAC, os dois imóveis passaram por adaptações espaciais, requalificação arquitetônica, o restauro, serviços de instalações elétricas prediais de climatização, serviços de instalações hidrossanitárias prediais; revisão da cobertura e drenagem pluvial; instalação e revisão do sistema de prevenção e combate a incêndio; adequação para a acessibilidade universal; e pinturas interna e externa.

 

Enquanto o prédio da Fapema irá abrigar todas as atividades desenvolvidas pela Fundação de Pesquisa, o anexo do Curso de História terá salas específicas para reunião; sala de documentação e pesquisa; editora; salas de aula; salas de orientação e demais espaços administrativos. Os dois imóveis que estavam completamente em ruínas foram recuperados pelo valor aprovado pelo PAC de R$ 4 milhões e 800 mil reais.

 

Com a entrega de mais estes dois imóveis, o Maranhão é o Estado que mais tem avançado no PAC em todo o Brasil, em função do modelo de gestão concebido desde o início. Por esse modelo de gestão, o Iphan entra com os recursos para as obras e com todo o processo gerencial, enquanto o governo estadual é responsável pelo pagamento da empresa Geosistemas que está concluindo os projetos de todas as 44 obras destinadas ao Maranhão. A parceria possibilitou a entrega da fachada do prédio onde funcionava o antigo Hotel Ribamar, na Praça João Lisboa, a entrega da Praça da Alegria no centro da cidade e da Fábrica Santa Amélia, pertencente à Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

 

Na mesma oportunidade, mais três ordens de serviço serão assinadas pelo Iphan para o início da reforma dos Teatros Artur Azevedo e João do Vale e do Museu de Artes Visuais na presença do governador Flávio Dino e dos demais presentes à solenidade. As reformas deverão durar, em média, um ano e passarão pelas mesmas etapas dos imóveis entregues à sociedade nesta quinta.

  Categorias: