Governo do Maranhão inicia diálogo com Países de Língua Portuguesa

Governo do Maranhão inicia diálogo com Países de Língua Portuguesa
janeiro 18 12:22 2016

0lingua-portuguesaGestores do Governo do Maranhão, ligados a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), se reuniram, na quinta-feira (14), com o professor da American Word University (AWU), Rossini Correa, e o diretor da Escola Superior de Advocacia, da Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão, João Batista Ericeira. Eles discutiram a proposta de parceria do estado com a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

A ideia é viabilizar o fortalecimento de laços econômicos, culturais e educacionais do Maranhão com os países de língua portuguesa. Segundo adiantou o secretário adjunto da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, dentro da proposta está previsto a realização de um seminário de discussão e articulação estratégica entre as instituições de ensino do Maranhão e os países de língua portuguesa – em especial Moçambique, que atualmente preside a CPLP.

“Com isso a gente pretende fortalecer outras iniciativas da Secretaria, a exemplo do Programa Cidadão do Mundo com intercambio internacional, a cooperação ligada produção do conhecimento”, completou Almada.

No mesmo sentido, João Batista Ericeira defendeu o estabelecimento de relações com as comunidades de língua portuguesa que, para ele, ultrapassa as questões gramaticais e alcança setores como o econômico.

“Nós vivemos o tempo do mercado e esse mercado aumentando é bom para o Maranhão e para o Brasil, inclusive na parte jurídica. A nossa escola superior da Ordem dos Advogados é solidária e parceira desse projeto”, afirmou João Batista Ericeira.

Rossini Correa destacou que a parceria representa uma convergência para situar o Maranhão na contemporaneidade do mundo integrado, dentro de diferenças e assimetrias, mas com intercomunicação que abre possibilidades jamais pensadas entre países e povos. Ele esclareceu que o esforço é, sobretudo, nos canais de integrações da cultura, educação, ciência e tecnologia e economia.

Rossini Correa revelou o interesse que o secretário moçambicano, embaixador Isaac Murargy Miura, em dialogar convênios com o Estado do Maranhão, além do compartilhamento de ações e projetos que façam deste um participante da construção da cidadania universal a partir das circunstancias regionais.

O principal encaminhamento da reunião de hoje foia realização de um Seminário Internacional a organização de um concurso nos moldes do que a Secti já está fazendo na América Latina para estudantes – Edital Redação Eduardo Galeano.

  Categorias: