Governo lança Edital Startups nesta quarta-feira, dia 13, na Fecoimp

setembro 13 18:56 2017

lancameto startupO Governo do Estado do Maranhão e a Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação – SECTI, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), realizam nesta quarta-feira, dia 13, na abertura da Feira do Comércio e da Indústria de Imperatriz (Fecoimp), o lançamento do Edital Startups.

O lançamento contará com presença do governador Flávio Dino e do diretor-presidente da Fapema, Alex Oliveira. As propostas aprovadas serão financiadas com recursos provenientes do tesouro estadual alocados no orçamento da Fapema no valor de R$ 850 mil.

O edital tem como objetivo apoiar projetos voltados para a criação de soluções de base tecnológica que busquem contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do estado do Maranhão por meio da aplicação da inovação, através da Linha de Ação “Mais Inovação” e no âmbito do Programa “Inova Maranhão”.

A intenção é que o edital promova integração maior da universidade com as demandas aplicadas da sociedade, desenvolvendo soluções tecnológicas em áreas diversas como adensamento de cadeias produtivas, tecnologias assistivas, eficiência na prestação de serviços públicos e bem-estar do cidadão, internet das coisas e plataformas gamificadas.

É uma segunda edição do edital, que foi lançado pela primeira vez em 2015, mas com algumas novidades e mudanças importantes. A principal é que agora o edital possui duas fases: a primeira de Modelagem de Negócios (02 meses), sem transferência de recursos financeiros; e a segunda de Aceleração e Incubação (10 meses), com concessão de bolsas e auxílios.

Cada fase tem um processo seletivo específico, e nas duas fases é feito um programa de acompanhamento e mentoria, desenvolvido pelos gestores do Programa Inova Maranhão. As startups habilitadas à Fase 2 (aceleração e incubação) poderão se enquadrar em duas faixas (categorias) distintas, a depender do grau de desenvolvimento e amadurecimento demonstrado durante a Fase 1: validação com recursos de até R$ 60 mil e operação com recursos de até R$ 80 mil.

 

  Categorias: