Governo lança Programa Prolab para modernização da infraestrutura de laboratórios maranhenses

Governo lança Programa Prolab para modernização da infraestrutura de laboratórios maranhenses
agosto 07 10:19 2015

0prolablancamento2Lançado nesta quinta-feira, 06, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA), o Programa Prolab irá investir mais de R$ 3 milhões na ampliação e modernização da infraestrutura de pesquisa das instituições sediadas no Estado. O lançamento aconteceu no auditório da Fapema e teve a participação do secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Bira do Pindaré e o diretor-presidente da Fapema, Alex Oliveira.

Como um dos programas que integra a linha Mais Ciência, das quatro linhas de ações que a Fapema adotou em 2015, o Prolab tem por objetivo estruturar e criar condições para o desenvolvimento da pesquisa cientifica e tecnológica no Maranhão. Para isso, o programa dispõe de quatro editais que dão condições para essa estruturação. “O Prolab conta com quatro editais: infraestrutura, que visa implantar, recuperar e modernizar laboratórios, o PPG, que é auxílio para as pós-graduações, o CBIOMA, para apoiar a preservação e restauração de coleções biológicas, arqueológicas e similares além de estimular a formação de recursos humanos e o ADOC, destinado à conservação de acervos documentais”, explicou o presidente Alex Oliveira.

O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré, ressaltou a importância do programa e reforçou o compromisso do governo com o fortalecimento e desenvolvimento da pesquisa científica. “O Maranhão não deixa de fazer o que é sua obrigação. As ações do governo são muito afirmativas do ponto de vista a avançar no processo de transformação do estado do Maranhão. Já lançamos vários editais esse ano em várias frentes e agora estamos lançando mais quatro dentro desse programa, que visa o fortalecimento dos laboratórios, de maneira que nossa perspectiva é continuar nessa direção de estruturação e crescimento”, disse o secretário.

O programa

0prolablancamento3Dividido em quatro editais que totalizam o investimento de R$ 3 milhões, o Prolab tem como principal diferencial a valorização das instituições do Estado como a Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e o Instituto Estadual de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação do Maranhão (Iema). “Os editais PPG e infraestrutura possuem cotas para as instituições estaduais. Continuamos apoiando as demais, mas sabemos que vários editais acabam favorecendo mais as instituições federais. Investir no desenvolvimento local é uma determinação constante do governador Flávio Dino”, completou Alex Oliveira.

O recurso destinado para o edital de infraestrutura totaliza R$1.200.000,00. Para o edital PPG, R$ 800 mil; e para o CBIOMA e ADOC, respectivamente, R$ 380 mil e R$ 640 mil. No total, o recurso destinado a linha de ação Mais Ciência, que tem além do Prolab, os programas Mais Inclusão e Cooperação Internacional, é da ordem de R$ 19,3 milhões. Este ano a Fapema vem imprimindo um novo ritmo de trabalho com a organização dos editais que passam a ser apresentados de maneira articulada com quatro linhas de ação claramente definidas: Mais Ciência, Mais Qualificação, Mais Inovação e Popularização da Ciência.

  Categorias: