Governo vai promover workshop sobre propriedade intelectual

Governo vai promover workshop sobre propriedade intelectual
maio 02 18:27 2016

Sem títuloCom o intuito de potencializar a divulgação de pesquisas produzidas no Maranhão e sensibilizar pesquisadores para a importância da proteção de suas criações, o Governo do Maranhão, por meio das Secretarias de Indústria e Comércio (Seinc), Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), vai promover o workshop, “A Importância do Sistema de Propriedade Intelectual para o Fomento da Inovação no Estado do Maranhão”, que acontece nos dias 4 e 5 de maio, no Rio Poty Hotel, em São Luís.

A propriedade intelectual além de proteger a invenção possibilita a visibilidade do conhecimento produzido no âmbito acadêmico e pelos inventores independentes, para que assim o invento possa chegar à sociedade, sobretudo por meio das empresas que vão viabilizar sua exploração comercial.

O evento irá contar com palestras expositivas, minicursos e exposição de pesquisas/patentes em estantes. Algumas, inclusive, serão selecionadas por uma comissão julgadora que fará uma avaliação, observando critérios previamente estabelecidos, as mais significativas para efeito de premiação com o objetivo de estimular a geração de conhecimento no Maranhão.

A Seinc exerce a representação do Instituto Nacional de Propriedade Industrial no Estado, orienta os pesquisadores quanto à importância e os procedimentos para proteção dos direitos relativos à propriedade intelectual, e, a Fapema disponibiliza editais de fomento à pesquisa objetivando incentivar a produção científica no Estado.

O secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, explica que a ideia do evento é divulgar a pesquisa, incentivando a classe empresarial e a comunidade acadêmica para o desenvolvimento de novas pesquisas.
“Nossas universidades têm excelentes pesquisas, que podem ajudar no dia a dia da população. Entretanto, muitas não estão protegidas por meio de patentes. É importante que possamos contribuir para difundir a importância desses trabalhos, que no futuro possam resultar em novos produtos com potencial de exploração econômica”, disse.

O presidente da Fapema, Alex Oliveira, ressaltou que a propriedade intelectual para a produção científica do Maranhão é extremamente importante.

“Nós precisamos valorizar a pesquisa, que dá resultados para a inovação, resultados que podem ser valorizados financeiramente, precisam de apoio e precisam ser reconhecidas pelo Estado e pelo setor produtivo, de forma que a gente possa articular essa produção científica com a indústria, com a produção maranhense. Esse passo que estamos dando agora tem exatamente esse compromisso, mostrar o que pode ser patenteado e registrado e quais produtos que estão sendo produzidos no Maranhão”.

Durante a abertura do evento, a Fapema irá lançar dois novos editais que contemplam a propriedade intelectual. Um será sobre o núcleo de Inovação e Tecnologia nas universidades e outro de apoio a registro de patentes, visando à redução de custos do registro e fomentando a propriedade intelectual. Além da instituição, o Sesi/Senai vai fazer a apresentação de seu edital de 2016.

  Categorias: