II Seminário de Inovação Tecnológica é aberto em São Luís

II Seminário de Inovação Tecnológica é aberto em São Luís
setembro 25 13:13 2013

DSC00943 1
Foi aberto oficialmente na noite desta terça-feira (24), no Hotel Pestana, o II Seminário Nacional de Inovação Tecnológica nos Institutos Federais (SENIFIT). Realizado pelo Instituto Federal do Maranhão e apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA), o evento traz como tema este ano “Os Institutos Federais como pólos de inovação”.

O Seminário, que acontece de 24 a 27 de setembro, tem como objetivo fortalecer a inovação tecnológica do país, principalmente no âmbito dos Institutos Federais, e apresentar projetos que vêm sendo desenvolvidos, destacando a importância da pesquisa aplicada.

Incentivar a inovação no Estado também é um dos objetivos da FAPEMA. A Fundação possui vários editais destinados ao fomento da inovação e apoio a eventos científicos, como o II SENITIF. “Na FAPEMA, há, inclusive, uma Coordenação de Inovação e Empreendedorismo, que tem como objetivo dar apoio às ações que tenham por fundamento a inovação tecnológica em todos os segmentos da ciência e da tecnologia no estado”, contou a diretora científica da FAPEMA, Claudia Coelho que, no ato, representou a diretora-presidente da Fundação, Rosane Guerra.

Na programação do evento, palestras, oficinas e minicursos, que abordarão temas como políticas de inovação dos Institutos Federais, patentes, tecnologia da informação e comunicação, empreendedorismo, parques tecnológicos, propriedade intelectual, entre outros assuntos. Também acontece, em paralelo ao Seminário, a I Mostra Tecnológica dos Institutos Federais, onde serão apresentadas, no pavilhão de exposições, pesquisas realizadas no Maranhão e em outros estados.
O reitor do IFMA, Francisco Roberto Brandão Ferreira, disse que a realização do evento no Maranhão é um marco para o desenvolvimento da inovação no estado. “É hora de buscar, principalmente por meio da inovação, o desenvolvimento próprio”, frisou.

Também esteve presente na abertura do evento, representando o Ministro da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), Marco Antonio Raupp, o coordenador de Serviços Tecnológicos da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jorge Mario Campagnolo. Ele falou sobre os esforços do Governo Federal no processo de incremento da inovação no país. “O Brasil é reconhecidamente um país produtor de ciência. No entanto, não tem se visto o conhecimento gerado nas universidades e nos institutos tecnológicos sendo agregado aos produtos lá na ponta. Dessa forma, para ver o Brasil independente e inovador, o Governo Federal tem investido maciçamente em infraestrutura de pesquisa, em pós-graduação e na expansão das universidades e institutos federais”, salientou.

Já o secretário de estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SECTEC), José Ferreira Costa, que na solenidade representou a governadora Roseana Sarney, falou sobre sua satisfação de participar de um momento tão importante para o desenvolvimento do Maranhão e adiantou uma conquista importante para a Inovação do Estado. “Está em fase de finalização uma minuta de Lei de Inovação para o Maranhão, um instrumento jurídico, um marco legal importante e necessário para fomentar a inovação em nosso estado. Nos próximos dias, o documento será encaminhado à governadora do Estado”, revelou.

Finalizando a noite de abertura, o Secretário de Educação Profissional e Tecnológica, do Ministério da Educação, Marco Antonio de Oliveira, realizou a palestra “Ações integradas para a inovação tecnológica” e falou sobre as ações que vêm sendo desenvolvidas pelo Governo Federal em prol do desenvolvimento da inovação no país, como a Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação; o Plano Brasil Maior; o Plano Inova Empresa; e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII).

  Categorias: