Equinox: Fapema apoia estudos na França

Equinox: Fapema apoia estudos na França
maio 03 19:16 2010

DSCF1120_copyCom apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), a delegação de 47 estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) completou uma semana em terras francesas, onde participa da segunda edição do Atelier de Criação Urbana – Equinox 2010. Mais 47 alunos franceses, do mestrado em Engenharia Urbana, juntaram-se aos brasileiros, para propor conceitos de intervenção urbana na cidade de Mont de Marsan.

O programa da semana passada, cumprido rigorosamente, incluiu abertura oficial, no auditório da Universidade Paris-Est Marne-la-Valle, com a presença da vice-presidente da universidade, Laurence Bancel- Charensol, e dos professores franceses Sérgio Bethelot, Sergio Bethelot, Katia Lafranchine e François Monjal.

A comissão pedagógica maranhense é composta pela pró-reitora de Extensão da Uema, Grete Pflueger, pelo chefe do Departamento de Arquitetura e idealizador do Equinox, Alex Oliveira, além dos professores Marluce Wall, Ingrid Braga, Margareth Figueiredo e Francisco Armond.

“Estamos em um centro de excelência. A experiência tem sido muito intensa e rica para todos”, contou Grete Pflueger. No Laboratório de Criação Urbana, foram separados nove grupos mistos (alunos brasileiros e franceses), que são acompanhados por professores das duas universidades.

Na quarta-feira (28), a equipe franco-brasileira do Equinox foi recebida na prefeitura da cidade foco dos trabalhos. No dia seguinte, as atividades foram retomadas, com uma visita técnica, a bicicleta, por Mont de Marsan. visita-de-bicicletaAo final da tarde, a prefeitura local conheceu as propostas elaboradas pelos grupos.

Equinox

A edição francesa do Equinox é continuação do projeto realizado em São Luís, no ano passado. Nessa primeira etapa, os estudantes franceses visitaram o Maranhão, para, em parceria com os estudantes locais, apresentarem propostas de intervenção em duas áreas da capital maranhense: Centro Histórico e Sítio do Tamancão.

Com os trabalhos, foi montada uma exposição no Museu Histórico e Artístico do Maranhão. Atualmente, os resultados estão disponíveis no site da Universidade de Marne-la-Valle (www.univ-mlv.fr).

 

  Categorias: