Estudantes de Balsas e do Colégio Militar 2 de Julho, apoiados pela FAPEMA, apresentam pôsteres na SBPC 2014, no Acre

Estudantes de Balsas e do Colégio Militar 2 de Julho, apoiados pela FAPEMA, apresentam pôsteres na SBPC 2014, no Acre
julho 25 22:28 2014

fotopostersA produção científica do estado do Maranhão está sendo bem representada na 66° Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, no Acre.

Alunos de iniciação científica, bolsistas da FAPEMA compartilham com o público do evento suas pesquisas e mantêm grandes expectativas quanto à troca de experiências.

A programação da SBPC possui um espaço para a apresentação de pôsteres de alunos de todo o país. E dentre esses está o aluno do campus da UFMA em Balsas, Felipe Matias que pesquisou mais uma alternativa para o tratamento da tuberculose.

Segundo o estudante, a iniciativa para o desenvolvimento desta pesquisa se deu pela observação do alto índice de pessoas contaminadas pela tuberculose no município onde mora.

Além disso, Felipe, orientado pela professora doutora Regina Maria de Mendes Oliveira, afirmou que os fármacos já existentes para o combate à doença possuem efeitos colaterais bastante indesejados.

Por isso, o estudante e sua orientadora estão pesquisando um novo fármaco para o tratamento da doença. Felipe, que iniciou a pesquisa em 2013, apresenta pela primeira um pôster em uma reunião da SBPC.

“Minha expectativa é que as pessoas conheçam o nosso trabalho e se incentivem a pesquisar também. Estou gostando dessa experiência e pretendo apresentar outros trabalhos em outros congressos também”, afirmou o aluno.

Ainda na sessão de pôsteres, representando o Maranhão, estão os alunos do Colégio Militar 2 de Julho. Os estudantes do 3° ano do ensino médio, Adriano Fonseca e Daniel Silva, orientados pelas professoras Francisca França e Marta Reis, realizaram um trabalho de conscientização voltado para jovens 13 a 18 anos da escola onde estudam.

O foco do trabalho foi informar o público quanto às doenças sexualmente transmissíveis (DST’s) e seus modos de prevenção. Por meio de palestras, seminários a equipe do projeto atua na escola, informando e prevenindo os jovens.

A equipe recebeu apoio da FAPEMA por meio do edital de apoio à Participação em Eventos Científicos – APEC. “A importância de estar aqui é grandiosa em disseminar esse conhecimento, de forma que estamos em um evento nacional. Estamos dando um importante passo para a pesquisa científica e para a popularização do nosso ensino”, declarou a professora Francisca França.

  Categorias: