Instituições maranhenses ampliam laboratórios e grupos de pesquisa com apoio da FAPEMA

Instituições maranhenses ampliam laboratórios e grupos de pesquisa com apoio da FAPEMA
agosto 12 18:46 2014

file0001330166183O Laboratório de Comunicação – Labcom da Universidade Federal do Maranhão – UFMA está renovando sua equipe com mais seis bolsistas apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão -FAPEMA.

As bolsas são de Iniciação Científica e Tecnológica, e os alunos já começam a desenvolver atividades de pesquisa em Comunicação dentro do Labcom.

Para o professor Márcio Carneiro, coordenador do LABCOM, esta será uma oportunidade de ampliar a capacidade produtiva não somente dos projetos, como irá impulsionar as outras ações promovidas pelo laboratório.

“Com esses recursos pretendemos iniciar a construção de uma nova equipe multidisciplinar colocando gente de diversas áreas para conversar e produzir”, afirma Carneiro.

Os projetos contemplados com as bolsas são o “Semente Digital – Desenvolvimento de Ações de Educação Patrimonial Baseadas em Novas tecnologias de Tratamento de Imagens e do Audiovisual” e “Desenvolvimento de Solução de Autoria para Interatividade em Produtos em Produtos Audiovisuais no Modelo do SBTVD – Sistema Brasileiro de Televisão Digital”. Semente Digital participou da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2013, na IV Mostra Científica do Maranhão.

Já na Unidade de Ensino Superior Dom Bosco – UNDB, oito alunos e professores foram contemplados com editais da Fundação, entre BIC e Universal.

Alunos dos cursos de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo, Sistemas de Informação e Direito passam agora a desenvolver pesquisa em suas áreas, tendo a FAPEMA como órgão fomentador.

No curso de Engenharia, o coordenador geral Vito Assis dos Santos teve o projeto “Utilização de fibras de coco babaçu para reforço mecânico em concreto de cimento portland”, que está sob sua orientação, aprovado com bolsa de iniciação científica para o período de um ano.

O projeto de pesquisa “Um Sistema Computacional de Automação de Restaurantes” do curso de Sistemas de Informação da faculdade receberá apoio da FAPEMA para desenvolvimento de aplicativo baseado em inteligência artificial que permitirá aos clientes realizar os pedidos e acompanhar o tempo de espera.

Com a orientação do professor Me. Wener Borges de Sampaio, o objetivo será a construção de um sistema computacional inovador que automatize os pedidos dos restaurantes visando, principalmente, a redução do tempo de atendimento dos clientes. O aplicativo funcionará também como uma base de dados para identificar as preferências dos usuários e sugerir cardápios e opções personalizadas.

  Categorias: