Instituto Fraunhofer ENAS organiza Encontro Alemanha Brasil de Ciência e Tecnologia

Instituto Fraunhofer ENAS organiza Encontro Alemanha Brasil de Ciência e Tecnologia
dezembro 17 12:01 2009

O Instituto Fraunhofer ENAS (Nanointegração de Sistemas Eletrônicos), primeira representação do instituto instituto_fraunhoferalemão Fraunhofer-Gesellschaft no Brasil e que tem sede em Manaus (AM), realizará, em março de 2010, o Encontro Alemanha Brasil de Ciência e Tecnologia.

A idéia do evento é buscar projetos conjuntos para serem desenvolvidos em parceria com o Instituto Fraunhofer, dentro do 7º Programa Quadro (FP7) da Comunidade Européia. O FP7 é um programa de apoio à ciência, tecnologia e inovação, que possibilita a participação de pesquisadores, instituições e empresas tanto de países pertencentes à União Européia, como de países não pertencentes a esse bloco econômico. Para o período 2007-2013, estão previstos investimentos da ordem de 54 bilhões de euros pelo FP7.

“Serão convidadas para participar do evento instituições de todo o Brasil, sendo que a seleção será principalmente, mas não exclusiva, em projetos na área ambiental”, afirma Hernan Valenzuela, representante sênior do Instituto Fraunhofer ENAS em Manaus.

Fraunhofer ENAS

A Fraunhofer ENAS de Manaus foi a primeira representação brasileira da Fraunhofer-Gesellschaft, que é considerada a maior organização européia de pesquisa aplicada. A cidade de Manaus foi escolhida para sediar a representação devido ao objetivo principal do instituto, que é o de dirigir o resultado das pesquisas para aplicações na área ambiental.

As atividades do Fraunhofer no Brasil tiveram início a partir das negociações que a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) realizou com o Instituto Fraunhofer IZM de Chemnitz, na Alemanha. Como resultado, em novembro de 2006 foi assinado, em Berlim, um acordo de Cooperação Científica e Tecnológia com a Sociedade Fraunhofer, que deu início à instalação das atividades do Instituto Fraunhofer ENAS em Manaus.

Em novembro de 2007, em Brasília (DF), o acordo com a Sociedade Fraunhofer foi ratificado pela sua inclusão no Acordo Quadro Brasil Alemanha, sendo assinado em cerimônia especial pelo Ministério das Relações Exteriores, Embaixada da Alemanha e Suframa.

Desde então, várias atividades foram implementadas. Apenas em 2009, foi iniciada a disseminação do último desenvolvimento do Fraunhofer ENAS, um espectrômetro digital portátil de baixo custo. Além disso, foram realizados os eventos Smart System Integration, na Europa, e o Seminário “Micro e Nanotecnologia made in Germany” (Minapim), em Manaus, com o apoio da Suframa.

O instituto também iniciou a análise de um projeto para monitoramento ambiental na Amazônia em conjunto com o Instituto de Proteção Ambiental da Amazônia (IPAAM). Para o próximo ano, estão previstas várias ações. “O ano de 2010 será de muito trabalho”, destaca Velenzuela.

Além do Encontro Alemanha Brasil de Ciência e Tecnologia, o instituto dará início a diversos projetos conjuntos com instituições brasileiras, como parte do 7º Programa Quadro da Comunidade Européia. “Talvez o projeto que terá maior relevância poderá ser com uma grande companhia brasileira, cujo foco é o monitoramento de contaminantes nas águas produzidos por combustíveis fósseis”, lembra.

Outra novidade é que a sede do instituto, hoje na Suframa, será transferida para a Universidade do Estado do Amazonas (UEA). De acordo com Valenzuela, a mudança de endereço foi viabilizada graças à inclusão da UEA no acordo vigente com a Suframa. “Para a universidade será um grande passo, pois ela se aproximará da pesquisa de primeiro mundo e possibilitará uma dinâmica científica inovadora na região”, diz.

Ele também lembra que o Fraunhofer ENAS viabilizará o intercâmbio de alunos de mestrado e doutorado brasileiros e alemães que atuam com integração de microssistemas eletrônicos. Segundo Valenzuela, o intercâmbio estará aberto inicialmente para estudantes do Amazonas, mas isso não impedirá a seleção de alunos de outros Estados. “Os estudantes alemães que forem selecionados terão como perfil o interesse em projetos na área ambiental”, ressalta.

Representações

Valenzuela ainda destaca a importância do Fraunhofer-Gesellschaft abrir representações no Brasil. Além do Fraunhofer ENAS em Manaus foi aberta, no mês passado, outra representação da instituição alemã em São Paulo (SP), na sede do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

“Para o Brasil, significa uma porta aberta para a pesquisa aplicada, uma excelente oportunidade de oxigenar o tecido científico do país e introduzir a inovação na indústria brasileira”, analisa.

Ele explica que os escritórios de Manaus e de São Paulo são complementares. A responsável pelo escritório na capital paulista, Cornélia Müller, utilizará parte da infra-estrutura já existente, montada pelo Instituto Fraunhofer ENAS de Manaus. “A nossa orientação é a de trabalhar como trabalhamos na Alemanha, isto é, de forma complementar”, afirma.

Valenzuela ainda lembra que as atividades não serão conflitantes, já que a atuação do Instituto Fraunhofer ENAS é voltada para nanosistemas eletrônicos integrados. Em São Paulo, foram abertas representações das seguintes unidades: IZFP – Instituto de Ensaios Não-Destrutivos; IZM – Instituto de Confiabilidade e Microintegração; e IGB – Instituto de Engenharia de Interface e Biotecnologia.

Informações sobre as ações do Instituto Fraunhofer podem ser obtidas no site: www.fraunhofer.org.br

  Categorias: