Interação com público marca primeiro dia da SNCT em São Luís

Interação com público marca primeiro dia da SNCT em São Luís
outubro 16 18:22 2012

 

IMG_0045Brincar de ilusionismo com espelhos. Interagir com cores diversas no grafismo digital. Sentar em uma cadeira de pregos. Viajar pelos planetas. Opções não faltaram para os visitantes da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que foi aberta na manhã desta terça-feira, 16, para visitação pública. Além de estudantes de escolas públicas e particulares e da sociedade civil, estiveram presentes também secretários de estado e o diretor da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Maranhão (Fapema), Antônio Luiz Amaral Pereira.

O diretor da Fapema elogiou a organização do evento e também mencionou a expectativa com relação à presença do público. “Queremos que o maior número possível de pessoas venha participar do evento. Já sentimos que o envolvimento com o tema é muito bom”, observou.

Um dos stands mais visitados foi o do Museu da Ciência. Lá, as atividades de interação foram recebidas com entusiasmo especialmente pelas crianças. Mariângela Lins, 11 anos, era uma das mais empolgadas. Queria sentar a cadeira de pregos, sem se furar, e entender como isso acontecia. “É muito legal e tem uma explicação sempre para isso. Assim que a ciência deveria ser dada na aula”, almeja.

O que também chamava atenção no stand do Museu da Ciência era o espelho mágico, onde era possível engordar e emagrecer: tudo com uma explicação científica. Os estudantes estavam atentos a cada detalhe explanado pelos monitores.

Na fila do Planetário, muita expectativa pelo que seria possível encontrar do lado de dentro. Os alunos da escola Cônego Ribamar Carvalho, na faixa etária dos 10 aos 12 anos, mal continham a curiosidade para saber como funciona na prática o sistema solar. “Eu vim pra cá já imaginando como seria o planetário. Sempre quis saber tudo sobre o funcionamento das estrelas e dos planetas e é o que vamos saber agora”, relatou o estudante Luís Reis. Na saída, ele se disse satisfeito com o que viu. “Gostei muito. Queria ficar vendo mais vezes. É lindo”, encantou-se.

Crianças e jovens com mobilidade reduzida também visitaram esse primeiro dia de exposição na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Os experimentos físicos, a mala maluca e até um porquinho virtual foram os que receberam os maiores elogios desse grupo.  Stands montados com atividades de saúde também receberam um grande número de pessoas. No da Cruz Vermelha, foi aferida pressão arterial e informações foram repassadas sobre os riscos para quem tem pressão alta.

Parceiros no evento, outras entidades também apresentaram suas atrações. Nos espaços das Universidades Federal e Estadual do Maranhão, foram mostrados além dos experimentos científicos informações sobre cursos da instituição. No Uniceuma, foi prestada assistência jurídica gratuita. Nos quiosques montados da Secretaria de Trabalho e Economia Solidária, expositores apresentavam a produção realizada.

Nos auditórios, destaque para os seminários que discutiam a partir do olhar científico, situações como “A Humanização e organização hospitalar” e a “Inovação para a Educação Maranhense”. Minicursos também fizeram sucesso. Uma das mais elogiados foi a Oficina de Reaproveitamento de Garrafas PET. O conceito de reaproveitamento também norteou os trabalhos de moda, que fizeram de copos de plásticos de café, sacos de lixo e fitinhas vestidos que chamaram muita atenção.

Já no setor de inovação, exposições de protótipos também chamaram atenção do público presente. A expositora Eleuza Gomes, mostrou “A preferência do mercado consumidor pelos méis de abelhas africanizadas ou de abelhas sem ferrão produzidos em diferentes biomas do estado”.  Para quarta-feira, 17, deve ser apresentada pelo pesquisador Keyll Ribeiro Martins, o desenvolvimento de uma cadeira de rodas motorizada e por Hamilton Almeida, um “Protótipo da Quebra Mecânica do Coco Babaçu para produção de biocombustíveis”.

A programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia realiza atividades paralelas com Visitas ao Parque Botânico da Vale e à Casa Soldar do Senai com saídas sempre às 09h e às 15h. Haverá ainda exibição de curtas-metragens científicas, sempre de meio dia às duas da tarde e as apresentações culturais, na Praça Cultural dentro do complexo científico, a partir das 17h.

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia acontece até sábado (20) e é um evento que acontece em todo o país. Desenvolvido pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, ele é executado no Maranhão pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Maranhão. No Maranhão, são 1.210 atividades inscritas. O horário de funcionamento é das 9h às 20h.

 

 

 

 

 

  Categorias: