Maranhão está presente na SBPC 2013,aberta nesse domingo (21), em Recife

Maranhão está presente na SBPC 2013,aberta nesse domingo (21), em Recife
julho 22 12:25 2013

DSC 1799 editadaCom o tema “Ciência para o novo Brasil”, acontece a partir deste domingo, 21, e vai até o próximo dia 26 de julho, em Recife, a 65ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC. O Governo do Maranhão vai participar do evento com um amplo stand montado com a participação da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA, e das secretarias de estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SECTEC), de Turismo (SETUR), Cultura (SECMA), Indústria e Comércio (SEDINC), além de atividades que serão levadas pelo Corpo de Bombeiros.
 
O Maranhão estará representado durante os cinco dias de evento também na Feira EXPOT&C. A FAPEMA terá no local um stand de 24 metros quatros decorado com painéis dos pontos turísticos e da cultura maranhense. Nesse espaço, os visitantes vão ser apresentados a uma pequena mostra da produção científica local. Artigos gráficos e livros vão ser expostos e também haverá o lançamento de livros de pesquisadores que são apoiados pela fundação.

“A FAPEMA também viabilizou a ida de pesquisadores maranhenses à SBPC por meio do edital de Apoio a Participação em Eventos Científicos”, conta a diretora-presidente da FAPEMA, Rosane Nassar Meireles Guerra, que destacou a importância do governo de participar do evento. “No ano passado, o Maranhão sediou a SBPC. Tivemos um excelente desempenho, apresentamos propostas, expusemos novas tecnologias. Agora, é importante estarmos presente nessa edição em Recife, mostrando o trabalho dos nossos pesquisadores é uma forma de contribuirmos mais uma vez com o avanço no estudo das novas tecnologias para o Maranhão e para todo o país”, observou.
 
Entre os pesquisadores que participam do evento com o apoio do governo, por meio da Fundação, está Deyvid Carvalho que vai apresentar um trabalho que propõe uma alternativa ao ensino da Química em sala de aula. “O meu trabalho tem o nome de ‘O uso do lúdico como ferramenta de ensino de química’ e fala de uma ferramenta de ensino que foi aplicada em escolas publicas e teve uma boa aceitação dos alunos”, explicou Deyvid.

Dentre as obras que serão apresentadas aos visitantes do stand estão: “Matas Ciliares – Recuperação e Conservação em Áreas Úmidas do Maranhão”, de Cláudio Urbano Pinheiro; e “Educação Feminina no Recolhimento do Maranhão: O Redefinir de uma Instituição”, de Maria José Lobato Rodrigues.

Já na lista dos livros que serão doados pela FAPEMA figuram “Os deslocamentos como categoria de análise”, de Cynthia Carvalho Martins; “Palmeiras do Maranhão – onde canta o sabiá”, de Cláudio Urbano Pinheiro; além de revistas que serão disponibilizadas e de jogos de puzzle em química.

Apoio a inovação – Além disso, na SBPC de Recife, a FAPEMA firmará com a Agência Brasileira de Inovação – FINEP, o contrato de convênio do programa Tecnova. Esse programa tem como objetivo investir recursos para a criação de projetos inovadores dentro de empresas de micro e pequeno porte. Os recursos provenientes do edital chegam a R$ 190 milhões em todo país, aplicados na modalidade Subvenção Econômica.

Paralela à realização da SBPC também acontece a reunião do Fórum Nacional do Conselho de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti) e Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). A abertura será feita pelo Ministro da Ciência e Tecnologia e Inovação, Marco Antônio Raupp.

  Categorias: