Micro e pequenos empresários terão até R$ 2 mil para investimento em inovação

Micro e pequenos empresários terão até R$ 2 mil para investimento em inovação
junho 23 15:28 2010

Consultores de instituições de ciência e tecnologia (ICT’s) ficarão à disposição de micro e pequenos empresários, para a geração ou implantação de inovações nos seus empreendimentos, pelo Programa Sebraetec, lançado nesta terça-feira (22). Entre as oportunidades apresentadas às empresas maranhenses, na cerimônia que aconteceu no Sebrae Jaracaty, estão, também, dois editais da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), que concederão financiamentos sem a necessidade de reembolso.

Para facilitar o acesso das empresas de menor porte a soluções de inovação e tecnologia, esse novo programa do Sebrae destinará até R$ 2 mil, por empreendimento. Somente 20% desse recurso precisarão ser devolvidos; 60% servirão para pagamento dos consultores especializados das ITC’s, que ainda podem se credenciar no endereço eletrônico www.sebrae.com.br, e 20% poderão ser utilizadopalestra-sebraeIs para implementação das inovações sugerida aos negócios. 

Uma empresa que estiver com dificuldades de fazer gestão do consumo de energia elétrica, por exemplo, procura o Sebrae, o problema é identificado e um consultor especializado é encaminhado à empresa para dar o suporte necessário, nesse caso, buscando mais eficiência energética. “As empresas precisam inovar para reduzir custos e aumentar vendas. Só assim os empresários conseguirão modificar seus negócios e crescer, conforme o mercado exige”, destacou o consultor do Sebrae, Fernando Duailibe.

Além da Eficiência Energética, o programa atuará em mais seis linhas: Tecnologia Industrial Básica, Alimento Seguro, Design, Inclusão Digital, Gestão Ambiental e Segurança e Saúde no Trabalho. “Esse é mais um suporte para que o Estado consiga dar um salto rumo à inovação”, afirmou o diretor do Sebrae/MA, Luís Genésio Portela.

Editais Fapema

O coordenador de Inovação e Empreendedorismo da Fapema, Tonicley Silva, mostrou aos empresários as oportunidades que apalestra-sebraeII Fapema trouxe ao Maranhão, em termos de financiamento de pesquisas com viabilidade econômica. São os programas Pesquisas nas Empresas (Pappe-Subvenção Econômica) e o Programa de Capacitação de Recursos Humanos para Atividades Estratégicas (Rhae), mais conhecido como Pesquisador na Empresa.

Pelo Pappe-Subvenção, as empresas recebem no mínimo R$ 120 mil e no máximo R$ 180 mil, em recursos não reembolsáveis. Para a segunda rodada de inscrições, neste ano, a Fapema alocou quase R$ 2 milhões. As inscrições começarão no dia 30 de agosto e se estenderão até 1º de outubro.

O Rhae, por sua vez, está com inscrições abertas até o dia 03 de setembro. Será aportado R$ 1 milhão, em bolsas para mestres e doutores realizarem P&D nas empresas maranhenses. “A Fapema colocou à disposição das empresas mecanismos para a inclusão de recursos humanos com formação técnico-científica de alta qualidade, o que deve favorecer o crescimento desses empreeendimentos”, afirmou Tonicley.

  Categorias: