Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação tem novo ministro, Clélio Campolina Diniz

março 18 12:46 2014

 

A presidenta Dilma Rousseff nomeou seis novos ministros na manhã desta segunda-feira, 17, em cerimônia realizada no Palácio do Planalto. Compõem a nova equipe no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Clélio Campolina Diniz; no Ministério do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto; Ministério das Cidades, Gilberto Occhi; Ministério da Pesca e Agricultura, Eduardo Lopes; Minstério da Agricultura, Neri Geller e no Ministério do Turismo, Vinicíus Nobre Lages.

O novo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Clélio Campolina Diniz, é doutor em Ciências Econômicas pela Unicamp e professor aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG, que dirige desde 2010. Formado em engenharia mecânica e em engenharia de operação, presidiu o Parque Tecnológico de Belo Horizonte e integrou o Conselho Técnico-Científico da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Sobre o novo nome que compõe o MCTI, Rousseff declarou, “vem de um bem sucedido mandato como reitor da UFMG, que se destaca pela internacionalização e pela pós-graduação, cujos cursos estão entre os mais bem conceituados”.

Por sua vez, em sua primeira declaração, Diniz assume prometendo dar “continuidade” durante sua gestão, assim como levar a ciência e tecnologia brasileira ao mesmo nível dos países desenvolvidos.

O ex-ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, saiu do cargo, mas deixou sua marca positiva no estimulo à política de inovação e implantação da Empresa Brasileira de Pesquisas Industriais – Embrapi e o Plano Inova Empresa.

 

 

 

 

  Categorias: