Novo acordo do programa Guyamazon será assinado em novembro

Novo acordo do programa Guyamazon será assinado em novembro
setembro 15 20:34 2014

SAM 1877EDITADAEm reunião realizada na última semana em São Luís pelo Comitê Gestor do programa Guyamazon ficou definido a assinatura de um novo acordo de cooperação para o lançamento de edital que deverá contemplar projetos nas áreas de agricultura familiar, biodiversidade, saúde, clima, redes de incubadora e inovação. A assinatura do acordo deve acontecer no mês de novembro, em Brasília quando o comitê volta a se reunir.

Criado desde 2010, o Guyamazon, que é composto pelas Fundações de Amparo à Pesquisa dos estados do Maranhão (FAPEMA), Amazonas (FAPEAM), Amapá (FAPEAP) e pelo Instituto de Pesquisa para o Desenvolvimento – IRD, tem como objetivo apoiar projetos de investigação científica conjunta e formação de pessoal, através da colaboração entre professores e pesquisadores franceses, guianenses e brasileiros, no bioma Amazônia.

Durante a reunião realizada na capital maranhense foi apresentada a minuta do edital pela representante do IRD, Centro de Pesquisa Agrícola para o Desenvolvimento – Cirard (FRA), e da Embaixada e Consulado da França, Sandrine Fagnoni. Todos os pontos foram revisados pelo membros do comitê, fazendo as adequações necessárias à formação do edital.

Até novembro os membros do comitê farão os ajustes que cabem à sua participação no acordo de cooperação científica. Para Fagnoni o encontro foi muito produtivo, dados os avanços como a revisão da minuta e apresentação da versão preliminar do site.DSC 0617

“A importância desse programa reside em compreender áreas específicas que abrangem Brasil e Guiana Francesa. Já temos resultados e impactos positivos, e a prova disso é que todos os parceiros querem continuar o acordo”, destaca a representante do IRD.

Em três anos de cooperação científica BRA-FRA, segundo relatório apresentado por Patrick Seyler, representante do IRD na Guiana Francesa, já foram apoiados projetos de 130 pesquisadores de 32 instituições.

“Tivemos mais de 50 alunos orientados e um total de 210 missões de pesquisa entre os países”, explanou Patrick. A proposta do comitê é prosseguir com a cooperação, integrar novas parcerias e novas fontes de finaciamento.

Site Guyamazon

Outro ponto alto da reunião foi a apresentação do site da Guyamazon, feita pela presidente da FAPEMA, Rosane Nassar Meireles Guerra. O site pode ser acessado por meio do endereço www3.fapema.br/guyamazon.“Tínhamos essa discussão, a formação de um site que reunisse informações existentes e sirvisse como plataforma de difusão das pesquisas e ações futuras do Programa, então já trouxe uma versão preliminar, feita pela equipe de Informática da FAPEMA, para ser apreciada pelo comitê”, expliccou Rosane Guerra. 

“É um avanço muito bom, um exemplo de pró-atividade do Maranhão em relação à essa cooperação”, avaliou a presidente da FAPEAM, Maria Olívia Simão, sobre a iniciativa da fundação maranhense.

 

  Categorias: