Número de inscrições no Prêmio Fapema 2013 é superior ao ano passado

Número de inscrições no Prêmio Fapema 2013 é superior ao ano passado
agosto 06 20:16 2013

premio2013

A Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA encerrou no dia 03 de agosto, último sábado, com uma prorrogação de 24 horas, as inscrições para o Prêmio Fapema 2013. Ao todo foram 155 inscrições selecionadas, número superior ao registrado na edição passada.

A premiação se divide em 9 categorias e englobando diversas áreas de conhecimento, desde as clássicas, como ciências humanas e exatas, até empresas inovadoras e trabalhos que promovam o desenvolvimento humano. Os destaques, nessa que é a 9ª edição do Prêmio Fapema, ficaram por conta das categorias de Jovem Cientista, com 38 inscritos, e Dissertação de Mestrado, com 48 trabalhos concorrendo.

O Prêmio Fapema é realizado pelo governo do estado do Maranhão, através da FAPEMA, e se consolidou ao longo desses nove anos como a mais importante premiação científica do Norte/Nordeste. Em 2013 serão distribuídos R$ 220 mil em prêmios, além de troféus e medalhas, e o tema do é “Globalização e Ciência: Intercâmbio de Tecnologias para o Desenvolvimento do Maranhão”, mas trabalhos concorrentes ao Prêmio não precisam, necessariamente, estar atrelados à temática da edição.

O objetivo do evento é estimular e incentivar o pesquisador a desenvolver projetos que contribuam para o desenvolvimento do Maranhão e para a melhoria da qualidade de vida da população, bem como a popularização da ciência e tecnologia, mostrando como a vida de cada um depende das descobertas científicas e suas aplicações tecnológicas. Os inscritos serão julgados pelo grupo de pesquisadores Ad Hoc que avaliarão, durante as próximas semanas, as potencialidades de cada trabalho. O resultado será publicado no portal da Fundação (www3.fapema.br), e a cerimônia de entrega do Prêmio acontecerá em novembro.

A premiação é voltada a alunos de Ensino Médio, graduação, mestres, doutores, pesquisadores, inventores, profissionais da comunicação, empresas inovadoras e pessoas que tenham contribuído para preservação dos bens imateriais e “saberes populares”, contribuindo, assim para o desenvolvimento humano em sociedade. Podem concorrer pessoas que residam e trabalhem no Maranhão e não tenham sido contemplados no Prêmio Fapema do ano passado.

  Categorias: