Ovo ou galinha: quem veio antes?

Ovo ou galinha: quem veio antes?
outubro 09 11:36 2009

Na ocasião do lançamento do DVD O galinho Chicken Little, em março de 2006, a Disney reuniu um comitê para pôr um ponto final no longo enigma: quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? O veredicto foi unânime. “A primeira galinha deve ter se diferenciado de seus pais por alguma modificação genética, que fez com que fosse a primeira a atender os critérios para ser chamada de galinha autêntica”, observa John Brookfield, biólogo evolucionista da University of Nottingham, na Inglaterra. “Dessa forma, o organismo vivo dentro da casca de ovo teria tido o mesmo DNA da galinha em que se desenvolveria, e assim seria um membro dessa espécie de aves.” O que reconhecemos como sendo o DNA de uma galinha existe primeiro dentro de um ovo, de onde se conclui que o ovo nasceu primeiro. No entanto, David Papineau, filósofo da ciência e Charles Bourns, granjeiro, concordam, a princípio, com a análise de Brookfield – mas a pergunta, na melhor das hipóteses, está incompleta e, na pior delas, mal colocada.ovo_galinha

Se considerarmos “galinha” como um membro da Gallus gallus domesticus (uma subespécie de ave selvagem que se desenvolveu no sudeste da Ásia e foi domesticada há talvez 10 mil anos), poderíamos questionar o momento em que o primeiro indivíduo dessa espécie apareceu (e se tinha a forma de ave ou de ovo). A especiação, porém, não é um processo que acontece em um instante ou em um indivíduo. São necessárias gerações e gerações de mudanças lentas até que um grupo de animais pare de cruzar com outro; somente então é possível afirmar que ocorreu uma especiação. Dessa forma, não faz sentido discutir sobre a primeira galinha ou o primeiro ovo. Houve apenas o primeiro grupo de galinhas – algumas das quais, aparentemente, estavam na forma de ovo.

E se não formos muito exigentes com a qualificação das espécies, a Gallus gallus domesticus não estará nem perto de ter sido a primeira. Invertebrados simples como esponjas dependem de alguma forma de ovo para reprodução, o que quer dizer que os ovos provavelmente são anteriores à explosão da biodiversidade ocorrida no período Cambriano, há cerca de 530 milhões de anos. Peixes e anfíbios botam ovos gelatinosos; ancestrais de répteis e de aves botaram os primeiros ovos com casca há 340 milhões de anos. Essa inovação permitiu a sobrevivência e a maturação de seus ovos em terra e o surgimento de vertebrados terrestres muito antes de o primeiro galo cantar.

  Categorias: