Painéis com destinos turísticos do Maranhão chamam a atenção no estande do Governo

Painéis com destinos turísticos do Maranhão chamam a atenção no estande do Governo
julho 27 18:13 2012

foto_taty2Uma cidade de descobertas se tornou a 64ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para Progresso da Ciência-SBPC realizada na cidade universitária, no campus da Universidade Federal do Maranhão-UFMA, que tem como parceiro o Governo do Maranhão através da Secretaria de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior-Sectec e Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão- FAPEMA,além de outras secretarias.

A stand do governo do Maranhâo tem chamado atenção de quem transita pelo local. Os grandes painéis com fotos de pontos turísticos do estado são os preferidos dos visitantes para registro fotográfico. Não há quem resista a beleza e a foto tirada de  frente a grande cachoeira de São Romão, localizada no Parque Nacional das Chapadas das Mesas, no município Carolina será a recordação do evento.

E foram as cachoeiras de Carolina o local escolhido pela jovem estudante do município de Caxias, Aline Santos, 15 anos , moradora da área de quilombo, desconhecia que o Maranhão tinha cachoeiras e ficou encantada com a beleza.”Estou conhecendo muito sobre meu estado aqui nesse stand. Está muito bonito e interessante”, disse a jovem .foto_materia_taty

A professora Sirlane da Silva, acompanhava a jovem Aline assim como outros alunos vindos em caravana de Codó. Os alunos vieram apresentar projeto sobre as plantas medicinais da região quilombola onde moram. “Eles estão encantados e eufóricos com tantas descobertas e mais felizes ainda por estarem participando do evento e mostrando o projeto rico do local onde moram”, explicou.

Bem ao lado dos painéis, estava a dona de casa, Maria da Paz Alves de Sousa, membro da Associação de Catadores de Lixo do município Imperatriz, lendo revistas e livros e pegando material gráfico para levar para casa. Ela destacou a decoração do stand do governo do Maranhão como os tecidos e enfeites que remetem bem a realidade do maranhense. Falou ainda dos derivados do babaçu e do quanto o Maranhão é rico. ”Achei maravilhosa a decoração. Fui na feirinha da secretaria de Economia Solidária e achei tudo lindo. Os produtos feitos a partir do babaçu como óleos e farinhas. Uma riqueza só.”, observou.

Riqueza essa vista e também ressaltada pela universitária do curso de licenciatura em educação, da UFMA, Josiene Santos, que vê na SBPC uma oportunidade de aprendizado e conhecimento. “A SBPC realizada aqui em nossa casa temos que mostrar que o Maranhão não é só de pobreza, fome e problemas sociais, mas também  de pessoas que estudam e produzem ciência.Maranhão tem muita coisa boa para mostrar”, falou.

O que disse Josiene sobre as belezas do Maranhão foi confirmado pelo estudante de História, Israel Salim, da Universidade Federal do Góias-UFGO, que tirou uma foto no painel do Centro Histórico e afirmou fazer questão de conhecer local tão bonito. Pela primeira vez no Maranhão ele disse que só conhecia por fotos e que não imaginava ser tão bonito. “Achei bonito esse espaço  porque oferece termos visuais as belezas do Maranhão. Não tinha noção do tamanho e riqueza do estado. Aqui tudo fica mais belo ao vivo e em cores”, declarou.

O encantamento estava com as estudantes vindas da cidade de Petrolina, Pernambuco , Rose Solano e   Lidiane Caldas, que se renderam ao vídeo dos grupos de bumba-meu-boi. Os sotaques, ritmos e cores encheram as jovens do desejo de retornar ao Maranhão outras vezes. “Quero voltar, porque o Maranhão tem muita história. Tudo é cultura aqui. O bumba-meu-boi é lindo”, disse Rose Solano.

No mesmo tom  concluiu Lidiane Caldas. “ A gente só via as apresentações de bumba-meu-boi pela televisão e aqui pudemos dançar no palco com o grupo. Foi emocionante. A cidade e as pessoas são simpáticas e alegres. Saimos daqui felizes”, finalizou.

A SBPC será encerrada nesta sexta-feira,27.

 

  Categorias: