Parceiros se reúnem para discutir o plano de desenvolvimento científico da Amazônia

Parceiros se reúnem para discutir o plano de desenvolvimento científico da Amazônia
setembro 13 21:35 2013

20site

Uma reunião para tratar das contribuições do Maranhão ao Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento da Amazônia – PCTI – Amazônia foi realizada nesta sexta-feira (13), em São Luís, com a participação de representantes de universidades e instituições como Sebrae, Emprapa, Banco da Amazônia e Associação Comercial. Na reunião aberta pelo secretário de estado da Ciência e Tecnologia (SECTEC), José Costa, e que contou com a participação da presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA, Rosane Guerra; foi discutida a minuta do plano apresentado pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos – CGEE, que será apresentado durante 2ª rodada de consulta aos estados integrantes, dia19 de setembro, em Belém.

“Esta reunião é a continuação de um trabalho constituído de vários outros momentos de discussão que aconteceram em outros estados, e aqui no Maranhão, como planejamento estratégico de ações para o desenvolvimento da região Amazônica”, observou o secretário José Costa. A 1ª Rodada de Consulta ao Estado do Maranhão sobre o Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação para a Amazônia Legal, PCTI – Amazônia foi realizada em março.

A presidente da FAPEMA, Rosane Guerra, destacou a importância da participação das instituições que apresentaram propostas ao plano da reunião em Belém, onde haverá representação do Pará, Maranhão e Amapá. “Essa reunião será um momento de consolidação das propostas, daí a importância de participarmos”, disse.

O estudo para a concepção metodológica do PCTI Amazônia está sendo conduzido pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos – CGEE, organização social supervisionada pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI, que realiza estudos e pesquisas prospectivas na área.

O plano, um projeto conjunto entre todas as secretarias de Ciência e Tecnologia e as Fundações de Amparo à Pesquisa dos estados da Região Norte e do Maranhão e Mato Grosso, recebe o apoio do Ministério de Ciência e Tecnologia e tem como finalidade apresentar soluções para o desenvolvimento da região, aliando ciência e tecnologia e respeitando as características particulares econômicas e naturais de cada estado.

Nas reuniões realizadas no Maranhão foram convidados a participar das discussões secretários, reitores, pró-reitores, coordenadores de prós-graduação, empresários e representantes de instituições financeiras. Durante a reunião foram discutidos aspectos tangentes à infraestrutura física e institucional para consolidação do plano; importância da formação de pessoas e de qualificação na região para o fortalecimento do sistema de ciência, tecnologia e inovação na região e consolidação e ampliação de polos de inovação na região.

Segundo o assessor técnico da Sectec, Messias Nicodemus, esse evento completa a participação do estado do Maranhão através de seus parceiros, na elaboração do PCTI, que reflete as ações a serem desenvolvidas com foco na ciência e tecnologia.

  Categorias: