Parceria garante sucesso da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Parceria garante sucesso da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia
outubro 19 20:11 2012

 

parceirosAs mais de 1.500 atividades desenvolvidas em todo o Maranhão durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, são a prova de que o evento entrou definitivamente no calendário da ciência no estado. Além de São Luís, outros vinte e dois municípios realizam ações da Semana, que é promovida em todo o país pelo Ministério da Ciência e Tecnologia. No Maranhão,  a SNCT é realizada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SECET) e a Fundação de Amparo a Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico do Maranhão (Fapema).

Com o tema “Economia verde, sustentabilidade e erradicação da pobreza” a Semana de Ciência e Tecnologia conta com dezenas de parceiros em sua execução, todos com a missão de proporcionar a difusão dos conhecimentos científicos e tecnológicos aos que foram até a cidade da ciência. “O que nós vimos aqui nesses dias da Semana foi um número cada vez maior de pessoas, principalmente de jovens, ávidos pelo conhecimento científico e na mesma proporção, um número incrível de orientadores dispostos a transmitir esse conhecimento. Eu acredito que o diferencial da Semana está justamente aí, nessa integração”, elogia o diretor da Fapema, Antônio Luiz Amaral Pereira.

As atividades acontecem em espaços variados e sempre com o objetivo de mobilizar os jovens, público alvo do evento. A valorização das ações criativas e aquelas que envolvem os estudantes no conhecimento científico, através dos experimentos, estão entre aquelas mais visitadas durante todos os dias da Semana. “O que nós percebemos foi um crescimento não só nas atividades, mas principalmente no interesse desses jovens que notaram que o conhecimento científico é um elemento indispensável para o desenvolvimento deles enquanto cidadãos e para o desenvolvimento do país”, observou a secretária de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Rosane Guerra.

Para a SECTEC e a FAPEMA, organizadores do evento aqui no Maranhão, o sucesso da Semana de Ciência e Tecnologia em sua edição 2012, só foi possível graças às parcerias com as instituições participantes. Na visão do diretor da Fapema, Antônio Luiz Amaral Pereira, elas fizeram o diferencial. “Acredito que cada uma delas se empenhou ao máximo para trazer até aqui o melhor de sua instituição, sempre com o objetivo de ampliar o conhecimento científico das pessoas interessadas em ciência, tecnologia e inovação”.

A opinião foi compartilhada pelo coordenador do Núcleo de Inovação Tecnológica da UEMA, Antônio Vasconcelos. Ele elogiou a organização do evento e a oportunidade para divulgação de suas tecnologias. “Tivemos alunos aqui de dez, onze anos que a principio talvez não fosse o nosso público alvo, mas que surgiam com questionamentos de pessoas interessadas em aprender e conhecer, bem coerentes. E isso foi estimulante para nós”, revelou.

Além disso, ele defende a importância das instituições parcerias em trazer atrativos para conquistar o maior número de pessoas. Permitir o uso das novas tecnologias e integrá-las com o universo virtual é fundamental, na visão do professor. “Essa apresentações são resultados das parcerias. E o apoio da Fapema foi fundamental”,diz.

Para a professora do departamento de ciências contábeis e da Ilha da Ciência da UFMA, Ana Nelo, a Semana revelou-se um sucesso graças às atividades compartilhadas entre as instituições. Ela destacou a necessidade da população participar dos editais científicos abertos pela Fapema e frisou a participação da UFMA na SNCT, analisando principalmente a produção no interior do estado.

“Todos os campi da UFMA estão realizando a Semana: em Grajaú, em Codó, em Pinheiro e cada local desse serve como um multiplicador já que consegue atingir a um grande número de municípios”. Ela também destacou o maior envolvimento das crianças de maneira pró-ativa e consciente das atividades científicas.

Já a coordenadora do stand do Hospital Universitário, Geruza de Araújo, citou como diferencial o envolvimento das entidades em prol de assuntos diversificados. “Aqui tivemos orientação sexual para crianças e adolescentes, palestras sobre saúde, aferição de pressão um serviço social que também faz parte do conhecimento científico”.

Opinião compartilhada pela representante da Faculdade Pitágoras-Fama, Lisiane Castro. “Quando se estabelece parcerias, observamos que o trabalho continuado é muito melhor”, diz. Na visão da fisioterapeuta, Rosana Castro, representante da Faculdade CEST, é imprescindível a disseminação do saber quando surgem oportunidades como essa na Semana de Ciência e Tecnologia. “É o momento em que percebemos que podemos trabalhar em prol da sociedade e divulgar que existem as oportunidades e que quando a população procura por elas, elas estão bem ao alcance”, avalia.

A integração de instituições parcerias, possibilitou a realização dentro da Semana, da III Mostra Científica do Maranhão sobre pesquisa operacional, uma ciência aplicada para tomar decisões em problemas reais de diversas naturezas, tanto na área logística quando na área operacional. O evento foi promovido com uma parceria entre a Fapema e a Faculdade São Luís. O diretor da Fapema admite que, no futuro próximo, a meta é fazer ainda mais parcerias. “Isso engrandece o trabalho da instituição, mas acima de tudo gera conhecimento. E o que queremos é gerar e distribuir esse conhecimento para gerar riqueza e a eliminação da pobreza, agregando sustentabilidade ao nosso estado”. A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia termina neste sábado (20) ficando aberto ao público das 09h às 20h.

  Categorias: