Pesquisadores e estudantes de química participam de congresso em São Luís

Pesquisadores e estudantes de química participam de congresso em São Luís
outubro 10 12:43 2011

congresso-quimica1Com o tema “Meio Ambiente e Energia”, foi aberto na noite de domingo (09), no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, o 51 Congresso Brasileiro de Química. O evento, que ocorrerá até quinta-feira (13), é uma oportunidade para que os químicos brasileiros analisem a questão em mesas redondas, palestras, minicursos e nos mais diversos trabalhos técnico- cientifico. O congresso é uma promoção da Associação Brasileira de Quimica e da regional Maranhão.

A abertura do evento contou com a participação de pro-reitores da UFMA, UEMA, IFMA, da diretora presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA), Rosane Nassar Meireles Guerra, que na ocasião representou a secretária de Estado da Ciência e Tecnologia, Olga Simão; do presidente da Associação Brasileira de Química (ABQ), Antônio Carlos Magalhães e do palestrante internacional, Jean Louis Marty da Perpignan University – França, entre outras autoridades.

Os organizadores do congresso fizeram uma homenagem ao professor Walter Evangelista da Costa, aluno da primeira turma do curso de química e que logo depois da formatura ingressou como professor do curso, onde permanece até hoje.

“No ano em que se comemora o Ano Internacional da Química, é como muita alegria que sediamos o congresso no Maranhão. Durante os cinco dias do evento temas importantes serão discutidos por professores e pesquisadores em uma troca rica de experiência”, destacou o presidente da ABQ.

O presidente do congresso, Joacy Batista Lima observou que atualmente, questões energética e ambientais estão no foco das discussões mundiais. “A sociedade clama por uma forma limpa e descentralizada de gerar energia e suprir suas demandas visto que é previsível a escassez das principais fontes atuais. A química está presente nestas discussões e certamente tem contribuído e contribuirá para o desenvolvimento de alternativas energéticas”.

A palestra de abertura do evento foi proferida pelo professor doutor, Douglas Wagner Franco, que falou sobre o “Aproveitamento de sub-produtos da industria sucro-alcooleira”. Outros temas como “Análise química de combustíveis”, “construção de biossensores para detecção de contaminantes ambientais” e a “Contribuição dos químicos á sustentabilidade de processos indústrias”, também serão discutidos durante o congresso.

A FAPEMA é parceria no evento e está com o stand no local onde os visitantes poderão encontrar informações sobre os editais abertos na página da fundação – www3.fapema.br.  A diretora da fundação, Rosane Guerra, também observou que é muito oportuno a realização do congresso no Maranhão, no ano em que se comemora o Ano Internacional da Química, proclamando pela Nações Unidas. “Esse evento é importante, sobretudo porque discute o meio ambiente e energia, tema de interesse de todos nós. O congresso propicia o intercambio dos alunos e professores e o crescimento do conhecimento”, disse Rosane Guerra.    

  Categorias: