Pesquisadores lançam publicações apoiadas pela Fapema na Semana de Ciência e Tecnologia

Pesquisadores lançam publicações apoiadas pela Fapema na Semana de Ciência e Tecnologia
outubro 20 22:36 2015

snctterça
A programação de lançamentos no stand da Fundação de Amparo à Pesquisa Científica e ao Desenvolvimento Tecnológico do Maranhão – Fapema, foi aberta na noite desta terça-feira, 20, com a participação das pesquisadoras Raquel Noronha e Mundicarmo Ferretti.

Na ocasião, elas puderam apresentar ao público títulos que foram contemplados a partir do edital de Apoio à Publicação de Livros, Coletâneas e Catálagos (APUB Livros), que fomenta a divulgação técnico-científica, e que visa provocar a pesquisa por novidades de cunho relevante, com novas linhas de análises e que difundam conhecimentos e, acima de tudo, contribuam para a construção de saberes dentro da sociedade.
“Todos os dias, apresentaremos uma programação preparada especialmente para a Semana. À noite, no nosso stand, serão apresentados ao público livros que são resultado de pesquisas que foram apoiadas pela Fapema. Ao todo serão lançados doze livros, apoiados pela fundação com recursos do Governo do Estado”, explicou o presidente da Fapema, Alex Oliveira.

Para a pesquisadora Raquel Noronha, a possibilidade de lançar seu livro em um evento do porte da Semana de Ciência e Tecnologia é mais uma oportunidade que a Fapema garante aos pesquisadores maranhenses. “É, sem dúvidas, um momento produtivo em que vamos receber o público para apresentar o nosso trabalho. É uma oportunidade de divulgar a pesquisa, que para nós, é resultado de muitos anos de estudo. É um reconhecimento”, disse. Autora de “No coração da Praia Grande”, Raquel estudou a percepção de feirantes e gestores públicos da área da Praia Grande em relação ao espaço que eles utilizam e disputam no cotidiano. “O livro é resultado da minha dissertação de mestrado, que fala sobre as noções de patrimônio na Feira da Praia Grande. A pesquisa incidiu principalmente sobre os feirantes e gestores públicos daquela área em 2006 e 2007 e versa sobre o que esses autores sociais pensam sobre patrimônio e, a partir disso, entender os posicionamentos de cada um deles na disputa daquele espaço, no coração da Praia Grande, daí o nome do livro”, explicou.

A organizadora do livro Um caso de polícia! Pajelança e religiões afro-brasileiras no Maranhão, Mundicarmo Ferretti, viajou no tempo entre os anos de 1876 a 1977, através de recortes de jornais e artigos de pesquisadores, e observou como as diferenças religiosas são expostas aos mais diversos tipo de violência. “O livro é fruto de dois programas da Fapema, um de iniciação científica e o outro de apoio a publicações de livros. Ele é resultado do trabalho de vários alunos da UFMA e UEMA, bolsistas da Fapema e CNPQ e a maior parte da coleta de dados foi feita em 2003 e 2004. Mas só agora, com esse edital da Fapema foi possível publicar o livro”, contou a pesquisadora.snct terla2

A FAPEMA, através do edital APUB Livros, já publicou, somente no primeiro semestre de 2015, oito livros. Ao todo, já foram financiados cerca de 140 títulos de pesquisas com trânsito por todas as áreas de conhecimento.

Nesta quarta-feira, 21, serão lançados os livros ‘Ao público sincero e imparcial’: Imprensa e Independência na província do Maranhão (1821-1826) de Marcelo Cheche GALVES, “O Maranhão Oitocentista de Yure Costa e Marcelo Cheche Galve, “A Imagem do Príncipe nas orações fúnebres de Bossuet”, de Maria Izabel Barbosa de Morais Oliveira, “ Uma história sobre o discurso jurídico crítico no Maranhão, de Renata dos Reis Cordeiro Barros e “Revista Científica em Educação no Mercosul” de Cláudia Pecegueiro.

  Categorias: