Prêmio FAPEMA 2014: um olhar diferente para o mundo através da Inclusão Social

Prêmio FAPEMA 2014: um olhar diferente para o mundo através da Inclusão Social
dezembro 11 14:38 2014

APJ - HUMANASA fim de elaborar recursos que fossem acessíveis a alunos com essa deficiência visual, a aluna Yasmim Gonçalves Marques, sob a orientação do professor Rogério Luís Pereira Mafra, desenvolveu a pesquisa “Inclusão Geográfica: elaboração, aplicação e avaliação de recursos didáticos adaptados a alunos deficientes visuais no ensino da Geografia“.

Com o trabalho, eles conquistaram o Prêmio FAPEMA 2014, na categoria Pesquisador Júnior, na área de Ciências Humanas.

“Depois de pesquisar e definir os materiais e os temas, os recursos são elaborados e testados no Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Especiais (NAPNEE). Posteriormente, eles são aplicados em sala de aula, provas e outras atividades. Por fim, os recursos são reavaliados após seu uso na sala de aula”, explicou Rogério Mafra.

Diversas figuras de orientação e localização como rosa-dos-ventos, plantas e mapas foram elaboradas e contribuíram para uma compreensão do conteúdo abordado. Isto pôde ser constatado a partir da avaliação do usuário e também a partir da autonomia observada na resolução das provas escolares.

Outro ponto positivo é que os materiais e as técnicas utilizadas possibilitam elaborar recursos com uma boa qualidade, a partir de materiais de baixo custo e sem comprometer muito tempo de quem o prepara.

“Além de pensar em materiais que não apresentassem alto custo financeiro, buscou-se estratégias que combinassem um menor tempo para sua confecção e uma maior durabilidade. Diversas pesquisas indicam produtos industrializados, outras apontam artesanais, mas demandam tempo e habilidade de quem elabora o recurso, o que, no nosso caso, tentamos superar: elaborar um recurso que não exigisse tanto de quem elabora e apresentasse resultados satisfatórios”, destacou a estudante Yasmim Marques.

O orientador Rogério Mafra revela que a pretensão é estender o projeto de pesquisa e atingir novos objetivos. “Podemos utilizar a mesma técnica para elaborar recursos para outras disciplinas como a Química, Matemática e Biologia, por exemplo. Além disso, é possível pensar em utilizar a técnica como ferramenta para recursos de locomoção e acessibilidade”, afirmou.

  Categorias: