Presidente da Fapema mantém aberto canal de diálogo com universidades

Presidente da Fapema mantém aberto canal de diálogo com universidades
agosto 02 19:11 2012


Foto_1_universidade

“A Fapema não é só importante: ela é fundamental para o desenvolvimento do estado! E nós gostaríamos de fortalecer ainda mais esse trabalho e consolidar a parceria que já existe”, a afirmação do coordenador de pesquisas da Universidade Estadual do Maranhão, William Cardoso, foi feita durante reunião, nesta quinta-feira, 2, com o presidente da Fapema, Antonio Luiz Amaral Pereira, coordenadores dos programas de mestrado da instituição e do pró-reitor de pesquisa e pós-graduação da UEMA, Porfírio Guerra.
O encontro registrou a presença da secretária de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Rosane Guerra, e teve como objetivo fortalecer a relação bem sucedida construída entre a Fapema e a UEMA e também contou com o anúncio de estudos para delinear futuros trabalhos em conjunto que podem ser estabelecidas entre as instituições. Atualmente, a Fapema mantém editais universais e programas de bolsa que fomentam o desenvolvimento do estado, através dos trabalhos operados por pesquisadores da instituição. “Estamos num momento de transição e essa nossa visita aqui é para deixar claro que a parceria que já temos, deve se manter. A inovação deve continuar sendo o foco do trabalho que realizamos”, frisou o coordenador de pesquisas da UEMA.
Os pesquisadores da UEMA também defenderam a manutenção dos editais pela Fapema para garantir um amplo canal da divulgação científica, visto que a entidade não canaliza o seu olhar para políticas de determinados setores.A heterogeneidade acaba sendo a marca da Fundação de Amparo à Pesquisa do estado, ao promover a incursão no conhecimento científico nos mais diversos segmentos.
Agenda positiva – O presidente da Fapema, também recebeu a visita do professor Fernando Carvalho Silva, pró-reitor de pesquisa e pós-graduação da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). O pró-reitor colocou a Universidade à disposição da Fapema para buscar soluções que ampliem o acesso ao conhecimento da ciência no estado. “Eu acho que por ele ter sido um pró-reitor, e um pesquisador de um programa de pós-graduação, tem muita experiência, muito a acrescentar com a Fapema e tem muito a contribuir com a parceria entre todas as instituições e isso vai fortalecer o desenvolvimento da pesquisa, da pós-graduação e da extensão aqui no Maranhão”, observou.
Deste encontro, ficou acertada a criação de uma agenda positiva, que deve ser iniciada por uma reunião com os pró-reitores da Universidade Federal do Maranhão, para construir assuntos que possam dar ao estado um avanço no setor da ciência, tecnologia e inovação. Antonio Luiz Pereira, ratifica a importância da participação das universidades no desenvolvimento da ciência no Maranhão. “A integração com as Universidades da rede pública e privada são fundamentais, já que o incentivo à pesquisa vai de encontro ao novo olhar que o Maranhão quer assumir no campo da ciência”, analisou.
  Categorias: