Presidente da FAPEMA ministra palestra durante II SENIFIT, em São Luís

Presidente da FAPEMA ministra palestra durante II SENIFIT, em São Luís
setembro 27 14:09 2013

Rosane Guerra  IFMAA diretora-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA, Rosane Nassar Meireles Guerra, foi a palestrante da tarde desaa quinta-feira (26) do II Seminário Nacional de Inovação Tecnológica nos Institutos Federais – SENIFIT. Para uma plateia formada por estudantes, pesquisadores representantes dos Institutos Federais (IFs) de todo Brasil, Rosane Guerra, falou do Programa de Apoio a Política de Inovação do Maranhão.

Durante a palestra a presidente destacou que Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) é igual a progresso o que pode ser visto não só no Brasil, mas em vários países do mundo. “Se nós olharmos o que vem acontecendo no mundo ao longo de décadas há um aumento crescente nos valores investidos em pesquisa e desenvolvimento e aqui, no Brasil, que há pouco tempo tinha investimentos acanhados hoje tem investimentos públicos que são semelhantes ao encontrado nos países desenvolvidos, e o Maranhão tem seguido essa linha”, disse Rosane Guerra.

Os investimentos feitos pelo governo do estado na FAPEMA são distribuídos tanto na formação de recursos humanos, tanto no apoio aos programas de pesquisa, extensão e inovação, além de apoio à realização de eventos científicos. Um dos problemas que precisa ser vencido, segundo Rosane, é conscientizar e atrair investimentos empresariais para esta área. “Ainda existe uma distância entre o conhecimento acadêmico ou conhecimento gerado nos institutos de pesquisa e o aproveitamento desse conhecimento pelas empresas”, observou a presidente.

Mostra Tecnológica – Após a palestra, a diretora presidente da FAPEMA visitou a I Mostra Tecnológica dos Institutos Federais, evento que acontece paralelo ao SENIFIT. Na mostra estão sendo apresentadas pesquisas realizadas no Maranhão e em outros estados.

Entre as pesquisas está a desenvolvida pelos alunos do IFMA de Codó para o cultivo e aproveitamento da junça. O trabalho, que tem o apoio da FAPEMA, é realizado em parceria com os agricultores da zona rural de Codó. Os alunos levaram para mostra produtos que podem ser feitos a partir da junça, um tubérculo com mais proteína que a batata comum, como leite, farinha, bolos e pães. 20130926 171647

A pesquisa surgiu de uma parceria entre o IFMA – Campus Codó e o grupo de pesquisa coordenado pelo professor Victor Elias Mouchereck, da Universidade Federal do Maranhão – UFMA. No Campus Codó a pesquisa é coordenada pelo professor Mariano Ibañez e tem a participação de servidores e alunos.

O II Seminário Nacional de Inovação Tecnológica nos Institutos Federais (SENIFIT) acontece até esta sexta-feira (27) no Hotel Pestana e tem como objetivo fortalecer a inovação tecnológica do país, principalmente no âmbito dos Institutos Federais, e apresentar projetos que vêm sendo desenvolvidos, destacando a importância da pesquisa aplicada.

  Categorias: