FAPEMA sedia seminário de Introdução ao Pensamento de Ignácio Rangel

maio 15 23:31 2017

seminario ignacio rangelCom a presença do Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), Jhonatan Almada, e do diretor presidente da FAPEMA, Alex Oliveira, aconteceu nesta segunda (15), o seminário de Introdução ao Pensamento de Ignácio Rangel. O professor doutor da UERJ, Elias Jabbour proferiu a palestra e destacou a importância do economista maranhense Ignácio Rangel. “A monumental obra de Rangel, que se constituiu num verdadeiro libelo ao desenvolvimento,retorna ao centro do debate de ideias acerca dos destinos de nosso país”, explica o professor. A mesa de debates foi composta pelos especialistas Raimundo Pacharro, Luiz Fernando e mediação de João Batista Ericeira.

O diretor presidente da FAPEMA, Alex Oliveira, ressalta que esse debate tem por intenção estimular pesquisas que indiquem estratégias para o desenvolvimento do país e do Maranhão. “Em um momento que carece de projetos claros de desenvolvimento para o Brasil é importante debater soluções, com a participação da sociedade civil para discutirmos os rumos do país”, destacou.

O secretário da SECTI,Jhonatan Almada, destaca que o objetivo do seminário é debater a questão do desenvolvimento. “Dentro desse projeto criamos o Centro Ignácio Rangel de Estudos do Desenvolvimento e um edital específico, com o apoio da FAPEMA, e estamos desenvolvendo um plano de trabalho e uma programação para que possamos para contribuir para o desenvolvimento do Brasil e do nosso estado”, pontuou o secretário. seminario ignacio rangel 01

EDITAL IGNÁCIO RANGEL

O edital que recebe o nome do renomado economista tem por objetivo apoiar projetos de pesquisas voltados aos estudos e proposições sobre questões estratégicas para o desenvolvimento do Brasil e do Maranhão, resultando na produção de subsídios ao Poder Público nas três esferas (federal, estadual e municipal) com vistas à implementação de ações nessa perspectiva, por meio de bolsas e auxílios para professor (a) visitante. As inscrições acontecem até o dia 22 de maio e podem ser feitas no link: https://goo.gl/opNrPk

SOBRE IGNÁCIO RANGEL

Rangel é considerado um dos patronos da economia brasileira, nascido na pequena cidade de Mirador, no estado do Maranhão a 20 de fevereiro de 1914. Filho de um Juiz, Ignácio de Mourão Rangel graduou-se em direito. Em 1954 vai para o Chile onde realiza um curso de Pós-Graduação na Cepal, defendendo a tese intitulada “Esarollo Económico en Brasil”. Foi militante do Partido Comunista e fez parte da Aliança Nacional Libertadora (ALN). Já na sua militância intelectual integrou o Instituto Superior de Estudos Brasileiros (ISEB). Chegou a ocupar cargos públicos, como integrante da assessoria econômica de Getúlio Vargas, ajudando no projeto de criação da Petrobras e da Eletrobrás. Ingressou nos quadros do BNDE em 1955 chegando a chefe do Departamento Econômico, ainda participou do Conselho de Desenvolvimento da Presidência da República. Atuou no Plano de Metas do governo Juscelino Kubitschek. Em 1964 foi convidado para ocupar o Ministério da Fazenda pelo Presidente João Goulart, mas não aceitou. Manteve uma coluna no Jornal Última Hora no Rio de Janeiro entre 1969-1961 e em 1993, ainda nos anos 80 colaborou com o Jornal Folha de São Paulo. Faleceu em 1994.

Fonte: REGO, J. M. R.; BRESSER PEREIRA, Luiz Carlos. Um Mestre da Economia Brasileira: Ignácio Rangel. Revista de Economia Política, São Paulo, 1993. RANGEL, Ignácio. Obras Reunidas. V.2. Editora Contraponto, Rio de Janeiro, 2005.

  Categorias: