Projetos de pesquisa na área de biodiversidade recebem recursos de até R$ 13 milhões

Projetos de pesquisa na área de biodiversidade recebem recursos de até R$ 13 milhões
janeiro 12 13:33 2010

Os interessados em enviar propostas de pesquisa nas áreas de biodiversidade e biotecnologia têm até o próximo dia 25 para se inscreverem na chamada pública nº 66/2009. Os projetos devem ser encaminhados ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT), exclusivamente via internet, por intermédio do Formulário de Propostas On line, disponível na Plataforma Carlos Chagas.

O edital objetiva apoiar projamazonia_biodiversidadeetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação que visem contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico do País e integrar competências para a consolidação da Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal (Rede Bionorte). Desta forma, formando doutores com foco na biodiversidade e biotecnologia, gerando conhecimentos, processos e produtos que contribuam para o desenvolvimento sustentável da Amazônia.

A chamada pública prevê a aplicação de recursos financeiros, não reembolsáveis, no valor global estimado de R$ 13 milhões, sendo R$ 9 milhões do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT–Ação Transversal), R$ 2 milhões do Fundo Setorial da Amaz (CT-Amazônia) e R$ 2 milhões do Fundo Setorial de Biotecnologia (CT-Biotecnologia), a serem liberados de acordo com a disponibilidade orçamentária e financeira do CNPq.

A Rede Bionorte, instituída por meio da Portaria MCT nº 901, de 04 de dezembro de 2008, é uma rede integrada por instituições de ensino e pesquisa da Amazônia Legal, cujos projetos de pesquisa produzirão impactos socioeconômicos e permitirão a melhoria da qualidade de vida da população da Amazônia brasileira. É dirigida por um Conselho Diretor, gerenciada por um coordenador executivo e assessorada por um Comitê Científico. Está previsto que terá duração de seis anos, a partir da data de publicação da Portaria de criação, podendo ser renovada, a critério do MCT, mediante indicadores de uma Comissão Independente de Avaliação.

Veja aqui o edital.

  Categorias: