“Terças Tecnológicas” apresenta novo veículo de levitação magnética

“Terças Tecnológicas” apresenta novo veículo de levitação magnética
agosto 27 12:39 2009

Propulsionado por forças magnéticas ativadas através de supercondutores, o trem de levitação MagLev terá seu primeiro protótipo funcionando em março de 2010, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, no campus do Fundão.levitacao_magnetica

Apresentam o tema o um dos inventores do sistema e responsável técnico pelo projeto junto ao Crea-RJ, o engenheiro Eduardo David, do Laboratório de Aplicações de Supercondutores do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia (Coppe/UFRJ), e o chefe da área de desenho industrial do INT, Álvaro Guimarães, responsável pelo design e o protótipo final da carroceria.

O projeto piloto do MagLev prevê sua instalação em um percurso de 130 metros ligando o antigo e o novo prédio da Coppe/UFRJ, no campus do Fundão. Com quatro módulos autopropulsores, o veículo terá capacidade total para 28 pessoas e flutuará inicialmente a uma velocidade máxima de 30 km/h.

A carroceria do protótipo será desenvolvida pelos laboratórios de Ergonomia e de Prototipagem Rápida do INT, com a participação de engenheiros especialmente contratados para o projeto, que terá cerca de R$ 500 mil da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj).

O designer Álvaro Guimarães explica que a carroceria desta versão piloto será feita em compósito de fibra de vidro e resina de poliéster. Na fase seguinte o trajeto será ampliado para 4 quilômetros, dentro da UFRJ.

Caso seja confirmada a intenção do Governo do Estado do Rio de Janeiro, após esses testes, será construída uma via expressa utilizando a tecnologia ligando os aeroportos Antonio Carlos Jobim e Santos Dumont, onde o MagLev Cobra poderá trafegar até 70 km/h. Além da vantagem de não poluir o ambiente, o veículo poderá aproveitar trajetos de vias férreas e metrô já estabelecidos, utilizando o espaço entre trilhos.

O ciclo Terças Tecnológicas tem como objetivo estimular o debate e a interação entre tecnologistas e o público universitário, e divulgar tecnologias com amplo interesse para sociedade.

  Categorias: