Semana Nacional de Ciência e Tecnologia já recebeu mais de cinco mil visitantes

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia já recebeu mais de cinco mil visitantes
outubro 19 17:08 2011

bNos primeiros dois dias da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) cerca de 5 mil pessoas já passaram pela área do estacionamento do São Luis Shopping, onde várias atrações cientificas, tecnológicas e de inovação, além de palestra e mini-cursos estão sendo ofertadas para ao visitantes. A secretária de Estado de Ciência e Tecnologia, Olgão Simão, e a diretora presidente da FAPEMA, Rosane Guerra, têm acompanhado a movimentação do evento que acontece até sábado, 22.

Na manhã de quarta-feira, 19, Olga Simão visitou os estandes, conversou com expositores e brinco com crianças no estande da Secretaria do Trabalho, onde estão expostos brinquedos feitos com garrafas Pete. “Temos aqui uma programação para um público de todas as idades e estamos felizes de ver que a população atendeu ao chamamento para visita a semana”, disse a secretária.a

 Os alunos da rede pública estadual são os maiores apreciadores das atrações do evento, que é uma promoção do governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Sectec) e Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema).

 Da Vila Embratel direto para cidade da ciência, os estudantes do Centro de Ensino Dayse Galvão chegaram com entusiasmados para visita aos stands da SNCT. Marlon Lima se encantou com a beleza das dunas dos Lençóis Maranhenses e os pontos turísticos da capital que não conhecia e pôde vê através da Mesa Interativa. “Eu não conhecia as dunas, são lindas, eu me senti como se estivesse lá”, falou o jovem.

053 O mesmo encantamento na mesa interativa teve a jovem Ingrid Silva, que conheceu o Teatro Arthur Azevedo. “È muito luxuoso. Estou admirada. Moro aqui e nunca tinha visto”, declarou. Bem ao lado no cubo mágico Lídia Silva, 18 anos brincava com colega Maxwill Costa, 15 anos. “A gente tem a impressão que está dentro pegando com as mãos os elementos e na verdade, não estamos”, observou Maxwill. “É uma sensação divertida, parece real. Bem legal. Nunca imaginei isso aqui em São Luis”, completou Lídia Silva.

 Os estudantes do Centro de Ensino de Maria do Socorro Almeida gostaram das explicações do coordenador de Laboratórios da Faculdade Pitagóras, Marco Pegado que detalhou o uso do laboratório condicionamento operante com ratos, além de outras atividades. O aluno Cleyton Pereira ficou satisfeito com as descobertas. “Descobri como funciona o corpo humano assim é bem melhor.Aprende mais rápido”, concluiu.

 Estandarte- Outro espaço bastante freqüentado foi o Barco Estandarte, do Estaleiro Escola, que deixou os alunos do Colégio Universitário orgulhosos com os mestres carpinteiros navais maranhenses. Josielma Santos, 15 anos, ficou curiosa com a experiência dos construtores do barco, que não utilizavam nenhum instrumento tecnológico. “ Um tipo de embarcação que era utilizada no século passado e até hoje ainda resiste ao tempo. È lindo demais. Dar orgulho”, declarou Josielma.

Para a presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA), Rosane Nassar Guerra Meireles,o evento está superando as expectativas. “Estamos satisfeitos em vê a alegria dos estudantes com as descobertas que têm aqui”, disse Rosane Guerra.

O evento como parceiros, além de secretarias de Estado, o Corpo de Bombeiros; UEMA; IFMA; Faculdade São Luís; Faculdade Pitágoras; Instituto Florence; Colun; Centro de Pesquisa em História Natural e Arquelogia; além das empresas Vale; Alumar; SEBRAE; Eletronorte; Canopus; Danistur; Vitral; São Luís Shopping; Centro Elétrico e Laboratório Gema Galganni.

 

  Categorias: