Seti lança novos editais do Universidade Sem Fronteiras

Seti lança novos editais do Universidade Sem Fronteiras
agosto 25 11:37 2009

Curitiba – A Secruniversidade_sem_fronteirasetaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) lançou esta semana editais públicos para mais 150 projetos de três subprogramas do Programa Universidade Sem Fronteiras: Ações de Apoio à Saúde, Incubadora dos Direitos Sociais e Apoio às Licenciaturas, todos por um período de 14 meses. “Começamos esse programa em 2007 e vários projetos terão o seu término em outubro deste ano. Para dar continuidade, lançamos esses três novos editais que vão trabalhar com a Incubadora dos Direitos Sociais, vamos continuar o Apoio às Licenciaturas, trabalhando junto com as escolas e em parceria com a Secretaria Estadual de Educação”, informou a secretária Lygia Pupatto, da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

“Agora temos um novo edital que vai atuar na área de saúde, dando suporte aos conselhos municipais de saúde e a prevenção”, anunciou a secretária. Segundo ela, havia uma demanda muito grande dos profissionais da área de saúde para que a Seti lançasse esse novo edital.

Os projetos apresentados devem, prioritariamente, envolver a população residente em municípios de baixo Índice de Desenvolvimento Humano ou em regiões periféricas das cidades paranaenses.

A apresentação das propostas pode ser feita até o dia 18 de setembro. Os editais públicos e formulários estão na página da secretaria na internet: www.seti.pr.gov.br . A análise e seleção das propostas serão realizadas de 21 de agosto a 25 de setembro.

O programa de extensão universitária Universidade Sem Fronteiras reúne os seguintes subprogramas: Apoio às Licenciaturas; Incubadora dos Direitos Sociais – Apoio aos Núcleos da Infância e da Juventude – Núcleos de Monitoramento de Penas Alternativas, Diálogos Culturais, Apoio à Agricultura Familiar; Apoio à Pecuária Leiteira; Apoio à Produção Agroecológica Familiar; Extensão Tecnológica Empresarial e Ações de Apoio à Saúde.

O subprograma Ações de Apoio à Saúde contemplará 30 projetos, sendo que cada um terá duas bolsas de orientação, duas para profissional recém-formado e três para alunos de graduação. O subprograma Incubadoras dos Direitos Sociais financiará 40 projetos, que terão cada um três bolsas de orientação, duas para recém-formados e seis para alunos de graduação.

Já o subprograma de Apoio às Licenciaturas financiará 80 projetos, cada um com três bolsas de orientação, uma bolsa para recém-formado e cinco para alunos de graduação. As bolsas serão pagas mensalmente. Para orientadores o valor será de R$ 483; para recém-formados, R$ 940; e para alunos de graduação, R$ 300.

  Categorias: