Sistema de monitoramento do clima ganha grupo de trabalho

Sistema de monitoramento do clima ganha grupo de trabalho
setembro 10 12:07 2009

O secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), Luiz Antonio Barreto de Castro, determinou ontem (9) a criação de um grupo de trabalho visando a viabilização e a consolidação de um sistema de monitoramento do clima no Brasil. A iniciativa foi sugerida pelos membros da Comissão de Coordenação das Atividades Meteorologia, Climatologia e Hidrologia, em sua quinta reunião realizada no MCT, em Brasília.comissao_coordenacao_das_atividades

“Acredito que as propostas dos projetos devem ser ambiciosas para que possamos implantar no País um sistema de monitoramento climático capaz de produzir informações de qualidade e de ajudar a sociedade na prevenção de grandes desastres”, disse o secretário.

Outro tema de debate da reunião foi a formatação de uma chamada pública, a ser lançada pela Financiadora de Estudo e Projeto (Finep/MCT), para pesquisas na área de previsão de fenômenos extremos. O objetivo será o de selecionar propostas de projetos de rede que articule a infraestrutura científica, operacional e de tecnologia da informação de redes de meteorologia e oceanografia para previsão e alerta de fenômenos extremos.

“Ao todo, estão previstos cerca de R$ 20 milhões, com as contrapartidas das instituições estaduais como as Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs)”, informou Barreto de Castro.

O Brasil não conta hoje com uma política nacional de monitoramento climático, fazendo com que haja descentralização, com ações especificas de cada estado. Para sanar este problema, o secretário lembrou que tramita na Câmara dos Deputados uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), que institui a Política Nacional de Meteorologia e Climatologia.

“Isso mostra a importância do tema e dos trabalhos da Comissão de Coordenação das Atividades Meteorologia, Climatologia e Hidrologia. Esta é a hora de produzir mais e sugerir projetos para a consolidação desse sistema”, enfatizou Barreto de Castro.

  Categorias: