SNCT no Maranhão atrai 60 mil visitantes e contabiliza mais de mil e trezentas atividades

SNCT no Maranhão atrai 60 mil visitantes e contabiliza mais de mil e trezentas atividades
outubro 29 18:51 2013

Foto 2 Encerramento da Semana da Ciência  foto Antônio MartinsA Semana Nacional de Ciência e Tecnologia chegou ao fim, consolidando-se no cenário maranhense, como um dos eventos de maior referência na promoção do conhecimento científico no estado. Com o tema “Ciência, Esporte e Saúde”, definido pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, a SNCT 2013 atraiu um público de 36 mil pessoas à Cidade da Ciência durante os seis dias de evento, realizado no São Luís Shopping.

Além de São Luís, outros vinte e um municípios maranhenses receberam atividades da SNCT, totalizando mais de mil e trezentas atividades catalogadas, 60 visitantes, e a participação de vinte e sete instituições. De acordo com o Secretário de Ciência e Tecnologia, José Costa, atividades como o Planetário Móvel, conseguiram atrair um grande público, garantindo o sucesso das ações, não só na capital, como nas cidades do interior por onde passou. “Apesar de muita gente, conseguimos dar conta da demanda e foi realmente uma conquista muito grande essas ações no interior do estado”, afirmou.Foto 5 Encerramento da Semana da Ciência  foto Antônio Martins

Em Caxias, além do Planetário, um dos trabalhos que mais chamou a atenção da comunidade foi o projeto comandado pelo pesquisador Gonçalo Mendes da Conceição, intitulado “A Ciência Botânica pede carona: promovendo o conhecimento sobre ciência, saúde e esporte”. O projeto conseguiu realizar ações de inclusão social e atender mais de 150 pessoas. “A prova de que conseguimos a integração entre comunidade científica e a população”, afirmou.

Em Santa Inês quarenta e cinco atividades foram desenvolvidas como as hortas ecológicas, produção de gás hidrogênio através de reações químicas e a geração de vapor, como método de produção de energia elétrica.

Na capital maranhense, as atividades foram realizadas também no Instituto Federal do Maranhão (IFMA) campus Maracanã, mas foi na Cidade da Ciência que as ações se concentraram. O Planetário, mais uma vez, foi sucesso de público especialmente entre as crianças. “É a primeira vez que venho aqui, mas vou repetir a visita mais umas três vezes”, contou Priscila Pinheiro, 9 anos. Acompanhada pelo pai e pelos irmãos, ela visitou todos os espaços da feira.Foto 9 Encerramento da Semana da Ciência  foto Antônio Martins

Já no Projeto Semente Digital, realizado com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA, Priscila conheceu um pouco da história do patrimônio cultural da humanidade e aprendeu dicas de preservação, além de brincar com as possibilidades da realidade virtual. “Essa iniciativa é muito boa e deveria ser expandida para vários pontos da cidade. Acho até que essa Semana deveria ser permanente”, avaliou o pai da garota Antônio Pinheiro.

No sábado, último dia do evento, um bom público ainda procurava os serviços de saúde nos stands da Universidade Federal do Maranhão, do Instituto Florence, da Cruz Vermelha e da Faculdade CEST-Santa Terezinha. A relações públicas Tarcila Moura, foi uma das que foi em busca do atendimento: aferiu pressão, mediu altura e se pesou, além de responder um questionário sobre seus hábitos de saúde. “Acho importante saber como estamos, e tendo essa oportunidade que no decorrer da semana quase não temos, é válido aproveitar. Nesse sentido, a iniciativa da Semana de Ciência e tecnologia também é muito boa”, avaliou.

Houve espaço ainda no último dia do evento para atividades como o aulão de aeróbica, práticas desportivas e de escalada organizada pelo Corpo de Bombeiros, além das brincadeiras disponíveis no espaço de jogos virtuais, que também recebeu a visita especialmente de crianças e adolescentes.

  Categorias: