Sonia Almeida é prestigiada por intelectuais durante lançamento de livro

Sonia Almeida é prestigiada por intelectuais durante lançamento de livro
outubro 26 20:11 2011
lancamento
Um público seleto lotou o auditório do Palácio Cristo Rei, na noite de ontem (25), durante o lançamento do livro “Escrita no ensino superior: a singularidade em monografias, dissertações e teses”, da professora, escritora e integrante da Academia Maranhense de Letras (AML), Sônia Almeida.

O livro é fruto de uma pesquisa iniciada no mestrado e concluída no doutorado. A autora observou que a obra não se refere à produção textual, mas à produção de conhecimento, em virtude de um confronto necessário com o objeto das investigações: a singularidade nas produções universitárias. “O livro analisa até que ponto essas peças produzidas nas universidades brasileiras são singulares, ou seja, os autores podem dizer que realmente produziram um texto próprio? Então, tive que percorrer a noção de texto para descolar o texto da escrita, atravessar para a produção de conhecimento e analisar, através da linguagem verbal desses textos, como a linguagem dos produtores dessas monografias, dissertações e teses se articula com a dos autores”, explicou.

SoniaSônia Almeida aproveitou para lembrar que todo o processo de produção de sua pesquisa foi acompanhada pela Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Maranhão (FAPEMA). “É muito gratificante para a FAPEMA contribuir de alguma forma com o desenvolvimento de uma obra tão profunda e valiosa para a comunidade acadêmica”, disse Stael Chaves Pereira, diretora administrativo-financeira da Fundação, que, na ocasião, representou a diretora-presidente Rosane Guerra.

O lançamento do livro faz parte das comemorações de 45 anos da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). “É um momento auspicioso. O livro traz uma inestimável contribuição que vem enriquecer nosso acervo e fortalecer a pesquisa da pós-graduação que tem crescido substancialmente na UFMA. Aliás, essa é a nossa política, estimular a produção científica cultural, que é o nosso patrimônio”, destacou o Prof. Dr. Natalino Salgado, Reitor da UFMA.

7_prmio_de_gnero_-_CNPqAlém de familiares e amigos, a solenidade contou com presenças ilustres como Othon Bastos, Secretário Municipal de Educação; José de Ribamar Bastos Ramos, presidente do Conselho Estadual de Educação; Euclides Moreira Neto, presidente da Fundação Municipal de Cultura; os imortais Joaquim Haickel, Benedito Buzar, Lino Moreira, Jomar Moraes, Ceres Costa Fernandes, entre outros.

O presidente da AML, Benedito Buzar, aproveitou para destacar a importância de Sônia Almeida, que em 2006, ocupou a cadeira de nº 20 da instituição. “A entrada de Sônia Almeida foi uma grande aquisição da Academia, que ficou muito mais forte e atuante. Hoje, ela conseguiu reunir mais de dez membros da AML, um fato raro, que só mostra o prestígio que ela tem”, disse o imortal.

Sônia Almeida é natural de São Luís do Maranhão. É Professora Associada da UFMA, mestra em Educação pela mesma Universidade e doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP).

  Categorias: